Luiz Gonzaga Brejão é eleito próximo presidente da Câmara de Cachoeira Paulista

Disputa com Rogéria Lucas é marcada por racha no plenário; sucessor tem apoio de Rodolpho Borges por mandato pautado na economicidade

Entrada da Câmara Municipal de Cachoeira Paulista; Brejão é eleito novo presidente (Foto:Jéssica Dias)

Thales Siqueira
Cachoeira Paulista

Os vereadores de Cachoeira Paulista elegeram, na última segunda-feira (13), a nova mesa diretora da Câmara para 2022. Com sete votos, Luiz Gonzaga Brejão (PSC), atual primeiro secretário, foi eleito para substituir Rodolpho Borges (Rede), como presidente a partir de janeiro.

Em 2017, foi aprovado um projeto de lei antecipando a sessão para a renovação da mesa administrativa. Até então, a escolha da mesa acontecia sempre na última semana de novembro.

Além de Brejão, concorria ao posto a vereadora Rogéria Nunes (Pode), que além do seu próprio voto, recebeu o apoio de Thálitha Barboza (PT), Ângela de Melo (MDB), Adriana Ferreira (PTB), Dil Fonseca (PSD) e Agenor do Todico (PL). Os demais parlamentares optaram pelo vereador para assumir a cadeira.

Rogéria contava com apoio das outras três parlamentares, em proposta pautada na criação de uma mesa administrativa feminina.

Brejão, que participou como relator da CEI (Comissão Especial de Inquérito) sobre a contratação da empresa IBC (Instituto Brasileiro de Cidadania) no montante de R$ 2,1 milhões por meio de dispensa de licitação pela secretaria de Educação, garantiu que não faz parte nem dos vereadores de oposição e nem de situação. “Sou a favor das coisas corretas e com transparência. Um gestor público tem que tomar conhecimento de toda sua administração e não deixar que outrem faça algum ato nas costas do prefeito sem o seu consentimento. Todo e qualquer pedido de investigação sobre irregularidades será dado encaminhamento para providências”, frisou o parlamentar.

Pouco menos de cinco meses para deixar a presidência, Rodolpho Borges fez uma auto avaliação. “Eu acredito que esteja fazendo um bom trabalho na Câmara, principalmente, pautado na economicidade e na transparência. Acredito também que o Brejão irá fazer um excelente trabalho, já que ele é o meu primeiro secretário e todas as nossas despesas da Casa fazemos uma reunião para a gente poder discutir alguns possíveis gastos”, contou o vereador.

Para a mesa foram eleitos ainda os vereadores Felipe Piscina (DEM), escolhido como vice-presidente, Adriana Ferreira e Ângela de Melo, respectivamente primeira e segunda secretárias. A primeira, eleita contra sua vontade.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?