Famílias cobram iluminação nas ruas de residencial do CDHU em Cachoeira Paulista

Moradores relatam insegurança à noite em área que conta com cinquenta, de 240 casas prometidas

Com casas inacabadas, CDHU de Cachoeira segue sem a ligação de iluminação; tarifa é cobrada sem serviço  (Fotos: Lucas Barbosa)
Com casas inacabadas, CDHU de Cachoeira segue sem a ligação de iluminação; tarifa é cobrada sem serviço (Fotos: Lucas Barbosa)

Lucas Barbosa
Cachoeira Paulista

Depois de esperar sete anos pela entrega das casas, as famílias sorteadas pelo CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional) para morarem no Bairro das Palmeiras, em Cachoeira Paulista, há quase dois anos sofrem com a falta de um sistema de iluminação. Com a escuridão, o local tem virado ponto de uso de drogas e não conta com a entrega de serviços básicos durante a noite.

Das 240 casas que tiveram a construção iniciada no segundo semestre de 2013, somente cinquenta foram entregues até o momento. Instalados em dezembro de 2014, a maioria dos postes não contam nem mesmo com o braço para as lâmpadas.

De acordo com o servente de pedreiro Gilmar Rodrigues, 42 anos, a falta do sistema de iluminação vem causando diversos transtornos. “Durante a noite os motoboys da farmácia e pizzaria se recusam a fazer entrega, porque tem medo de serem assaltados na escuridão. Além disso, vem gente de outros bairros usar e até vender drogas na madrugada, porque é fácil se esconderem da polícia nesse breu”.

O morador relatou o sentimento de revolta das famílias do local diante da demora na colocação do sistema de iluminação. “Já que a gente paga aquela taxa de iluminação pública em nossa conta de energia, não dá para entender porque até agora não instalaram a luz aqui nos postes. A Prefeitura só nos enrola, e sempre que vamos lá eles falam que estão fazendo o processo de licitação”.

A dona de casa Michelle da Silva, 25 anos, afirmou que sente vontade de ir embora do bairro, devido à falta de iluminação. “Quando minha família foi sorteada ficamos muito felizes, mas hoje em dia estamos desanimados com esse abandono. A noite não podemos nem colocar o ‘nariz para fora’ com medo de acontecer alguma coisa nessa escuridão. Tenho até vontade de sair daqui, mas infelizmente não temos condição de comprar outra casa”.

Resposta – Em nota oficial, a Prefeitura de Cachoeira Paulista informou que realizou a contratação da empresa especializada para o desenvolvimento do projeto de iluminação para o Bairro das Palmeiras, que acabou sendo aprovado pela EDP Bandeirante.

A nota explicou que foi feita uma licitação para a contratação da empresa que será responsável pela instalação do sistema, mas não houve nenhuma interessada em assumir o serviço.

Para solucionar o caso, a Prefeitura afirmou que em breve será reaberto o processo licitatório.

Entenda o caso – Contratado em 2008, mas com um atraso de sete anos, o conjunto habitacional teve cinquenta unidades entregues pela Prefeitura de Cachoeira, em dezembro de 2014. As obras passaram por várias paralisações causadas por problemas desde irregularidade em empresas, até documentação do contrato.

O governo do ex-prefeito Fabiano Vieira (PTB) chegou a substituir por três vezes a empresa responsável pela construção das casas, sorteadas em 2010.

O Ministério Público ordenou outra paralisação das obras, desta vez depois de receber denúncia de suposto desvio de verbas.
Ao ser eleito, em outubro de 2012, João Luiz Ramos (PT) contatou a gerência regional do CDHU e conseguiu a liberação em setembro das obras de pavimentação e a abertura do processo licitatório para a contratação de uma nova empreiteira.

Semanas depois, a obra novamente foi paralisada por determinação do Ministério Público.

A obra tem um orçamento de R$ 9,2 milhões por parte do CDHU. Cada unidade tem 48m² de área construída e conta com dois dormitórios, sala, cozinha e banheiro.
Os novos mutuários terão o prazo de até 25 anos para quitar o financiamento. As prestações serão subsidiadas pelo Governo do Estado e calculadas de acordo com o rendimento familiar.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?