Alta de casos de violência contra mulheres assustam Ubatuba

Cerca de oito denúncias por dia são registradas pela Polícia Civil; índices no Brasil também apontam para momento preocupante

Índices de violência contra mulheres vêm aumentando em Ubatuba; crianças também são alvo dos criminosos (Foto: Reprodução)

Jessica Alves
Ubatuba

A Prefeitura de Ubatuba emitiu, na última semana, um alerta sobre o aumento dos casos de violência contra mulheres. Um levantamento feito pela Polícia Civil constatou que cerca de oito denúncias de violência de gênero são registradas diariamente no município, além dos casos envolvendo crianças e adolescentes.

Segundo dados da SSP (secretaria estadual de Segurança Pública), até maio de 2022, Ubatuba registrou 17 casos de estupro, 14 destes envolvendo vulneráveis. Este número é 54% maior do que o índice registrado até o mesmo período no ano passado (11 casos), somente ficando atrás dos registros de 2020, que se apresentam 10% maiores (19 casos).

Mesmo que, até o mês de maio, o número de casos registrados em 2021 seja menor que em 2020, em âmbito geral o levantamento aponta um crescimento entre os dois anos, subindo de 660 para 667.

Este cenário também se estende em nível nacional e estadual. De acordo com o Cronômetro da Violência, que contabiliza os dados coletados no relatório Violência contra Mulheres, elaborado para o anuário do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, o país registrou 56.098 estupros envolvendo mulheres (incluindo vulneráveis) em 2021.

Os dados representam um aumento de 3,7% em relação ao ano anterior e uma média de estupros de meninas ou mulheres a cada dez minutos. Se olharmos para o cenário estadual, somente em maio de 2022, São Paulo registrou 1.043 casos de estupro consumado (816 deles envolvendo vulneráveis) e 12 casos de feminicídio.

Denuncie – Frente ao cenário alarmante, o secretário de Assistência Social de Ubatuba, Anderson Paiva comentou, em nota, que o Município luta cotidianamente para diminuir estes índices e ressaltou as alternativas públicas disponíveis para denúncia de agressores e acolhimento das vítimas.

Em Ubatuba, os canais de atendimento em funcionamento são a delegacia de Polícia Civil (12 3832-1297), delegacia de defesa da mulher (12 3832-5260), Ministério Público/Promotorias de Justiça (12 3832-6013), Defensoria Pública/OAB (12 3832-4767), Conselho Tutelar (12 3832-4186) e Guarda Municipal (153). Divisões de acolhimento, orientação e acompanhamento podem ser encontradas nos Cras, Creas e Paefi.

Além destes, canais nacionais como o da Polícia Militar (190) e do Disque Denúncia (180) também podem ser utilizados.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?