Política a conta-gotas…

Mi$$ão po$$ível

Guilherme Carvalho

O pagamento irregular das férias dos servidores municipais de Silveiras – durante os 22 anos de motolândia no desmando da Prefeitura – acarretou uma dívida trabalhista de R$ 3,8 milhões para o atual prefeito Guilherme Carvalho pagar até dezembro deste ano, situação que pode paralisar qualquer Prefeitura que não esteja rigorosamente em dia com seu planejamento econômico. Quem ficou contente com a decisão da Justiça do Trabalho foram os beneficiados pela medida, pela certeza que vão receber graças à responsabilidade do governo atual, que tem mantido em dia suas pendências, além de ter que arcar com as motas, ops, notas deixadas pelo descompromisso do antecessor.

 

 

Cachaça mota, digo, mata

Edson Nota

E por falar em Silveiras, a população está decepcionada com as confissões que o ex-prefeito Edson Mota vem se envolvendo após um tempo de permanência nos balcões da cidade. A última, que rolou empurrões, socos, além de agressão verbal, teve até vídeo viralizado nas redes sociais. Será que alguém pode indicar qual a Associação Alcóolicos Anônimo mais próxima? Aliás, neste caso, de anônimo não tem nada…

 

 

Destaque no Face

André do Prado

Se valer como motivação, os resultados de uma pesquisa divulgada no Facebook, onde vários eleitores de Pindamonhangaba manifestaram intensão de votos, alguns postulantes à Assembleia Legislativa já pensam em desistir da campanha. Já o petista Herivelton Vela quer se valer da torcida das redes sociais, que pode ser o grande destaque nas urnas de 2 de outubro. Importante, na mesma pesquisa que pontuou Vela a frente dos concorrentes da cidade, o deputado André do Prado (PL) foi o mais votado entre os candidatos de fora, ou seja, de outras regiões…

 

 

Ensaio antecipado
Como o pleito de 2 de outubro dever ser ensaio para alguns prefeituráveis de Pindamonhangaba, para o Vela não deve ser diferente, porque em 2024 o sindicalista vai ter de encarar um jogo duro e concorrido. Entre os prováveis adversários, o atual vice Ricardo Piorino será uma pedra em seu caminho, mesmo com a ‘república de Taubaté’ que, camuflada na administração de Isael Domingues, está fazendo coro velado a favor de Roderley Miotto. Perguntem ao Vanone!!!

Advento Alckmin
Com Geraldo Alckmin engrossando as fileiras petistas, provavelmente ressurja no mercado eleitoral de Pindamonhangaba, em 2024, Miryan Alckmin como uma postulante a Prefeitura. Outros nomes já mencionados e relembrados como Rafael Goffi, Dr Fernando Oliveira, Luiz Rosas, o já citado Herivelton Vela e Roderley Miotto estarão desafiando a sorte para tirar a sucessão de Ricardo Piorino. Ah! Comenta-se entre os cientistas da burguesia que se o ‘cavalo passar arriado’ para o vereador Norbertinho Moraes, ele monta…

 

Cereja do bolo

Regis Yasumura

Outro nome a deputado estadual que já se destaca na região, ao ponto de atrair vários federais interessados em celebrar parceria de campanha, é o de Regis Yasumura (PL), de Guaratinguetá. Esta semana, além de receber a visita de pelo menos três deputados querendo acertar as conhecidas dobradinhas, ele cumpriu agenda como vice-prefeito em um encontro de líderes com o federal Marco Bertaiolli, ocasião em que foi anunciado recursos de R$ 4 milhões para construção de uma maternidade municipal na cidade.

 

 

Enquanto uns acertam…
…alianças e intercâmbios para campanha em Guaratinguetá, outros pré-candidatos do pedaço, a exemplo de Fabrício Dias e Arilson Santos, perdem tempo discutindo ‘briguinhas com ataques e defesas’ nas e emissoras de rádio domésticas, talvez meramente por falta de projetos e propostas que venham de encontro aos anseios da população…

Vontade política
O prefeito de Lorena Sylvio Ballerini e o presidente da Câmara, Fabio Longuinho, chamaram à lide, esta semana, os representantes da MRS Logística para acertarem a abertura do acesso entre os bairros de São Roque a Vila Cida, em resposta ao inúmeros e ‘eternos’ pedidos da população daquela região. Eles visitaram o local com toda comitiva com poder de decisão da Prefeitura, onde deverá ser aberta a passagem de nível sobre a linha férrea interligando os bairros e abrindo um novo itinerário para desafogar os constantes congestionamentos das avenidas Coronel Marciano e Antonio Hadade – trecho de entrada e saída sentido Guaratinguetá.

Procura-se um nome
Impressionante, mas as lideranças políticas ligadas ao prefeito Thales Gabriel se movimentam rumo à sucessão como se não houve oposição me Cruzeiro – ainda que anestesiada – esperando o momento para se manifestar. Pelo que observam os mais experientes, os prováveis prefeituráveis se articulam como se tivessem apenas de enfrentar a concorrência interna do governo, ignorando que extra-administração tem pessoas se preparando. Quem ouviu ‘aquele homem da grana falar’, entendeu ‘que eles’ – os opositores silenciosos – torcem para que Thales continue indo muito bem em sua gestão…

Carta na manga
Embora o segundo mandato de Thales Gabriel tenha provocado uma visível ansiedade em vários prefeituráveis, principalmente aos mais próximos à administração, engana-se quem pensa que o prefeito não tenha uma ‘carta na maga’. Segundo os bem informados, o mais provável indicado à sucessão não está tão próximo como se imaginam, como também nem longe ao ponto de não enxergá-lo. Quem viver, verá!!!

‘Rei posto’
Bastou o ex-governador João Doria seguir o que ele mesmo recomendou durante pandemia: “fique em casa’, para seu nome ser esquecido até nas placas de obras que se materializaram em seu governo. Em Potim, por exemplo, a prefeita Erica Soler foi às redes sociais para agradecer ao deputado André do Prado pelo investimento de R$ 11,3 milhões na recuperação de uma das vicinais do município…

Como bem diz…
…Zé Loquinho – “ninguém vê viúva ser enterrada com o falecido”, apesar do choro. Doria nem bem limpou suas gavetas no Palácio Bandeiras e o governo, com todas as obras e verbas, é de Rodrigo Garcia. Ah! Mas pelo menos as promessas não cumpridas continuam sendo dele.

Ganho real
O prefeito Marcus Soliva conseguiu um acordo bom e justo com os servidores municipais – extra-educação, elevando para 15,7% o reajuste salarial da categoria. O acordo ajustado com o presidente sindical José Eduardo Ayres aconteceu esta semana, na Regional do Trabalho, em Campinas. Enquanto Ayres mostrou empenho ao funcionalismo, Soliva demonstrou ‘jogo de cintura’ à classe política e parceria com o Sindicato dos Servidores Municiais de Guaratinguetá.

Dona Flor e seus dois…
…maridos – Parece que o vereador Maurinho Fradique protagonizou este drama na última semana, quando teve de receber a liderança estadual de seu partido, o MDB em Lorena. Nada de mais, se ele não tivesse de love eleitoral com dois tucanos – um federal e outro estadual – e sabe-se lá com quem mais. Mesmo assim, quem presenciou a suposta ‘saia-justa’ do artista disse que ele mandou bem na interpretação…

Não convide para…
…a mesma picanha – os vereadores de Lorena Adilson Sampaio e Wanessa Andrea, mesmo que o churrasqueiro seja o próprio presidente da Câmara Fábio Longuinho!!!

Alegria de muitos…
…tristeza de ‘outro’ – Corre na boca-pequena de Guará que dos cinco candidatos à presidência da Câmara – para o segundo biênio – um deles já foi eliminado, ou melhor, se autoeliminou nas preliminares. Segundo o pessoal do Ponto Chique, após o ‘acidente verbal’ que Fabrício Dias sofreu dias atrás numa entrevista no programa do Marco Baracho, difícilmente se achará vereador disposto a votar nele.

Favas contadas
Com Fabrício Dias fora do combate pelo comando da Câmara, Rosa Filippo, Marcelo da Santa Causa, Pedro Sannini e Vantuir Farias, disputam no cenário de 11 votos o ‘melhor de quatro’ para presidir o Legislativo. Desta relação de pretendentes, alguns votos já são vistos pelos especuladores como ‘favas contadas’, ou seja, por recíprocas passadas, a exemplo de Arilson para Vantuir…

Unir para somar
O prefeito Antonio Mineiro recebe na próxima terça-feira, em Cachoeira Paulista, os colegas das cidades que compõe o Vale da Fé e Vale Histórico para uma fusão formando o “Novo Vale”, claro que sob a regência do prefeito de Cruzeiro, Thales Gabriel – presidente da AngemVale. O objetivo, segundo Mineiro e Thales, é unir para somar maior apoio na hora das reivindicações junto aos governos federal e estadual.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?