Política a conta-gotas…

Parceria Estado-Município fazendo a diferença…

Prefeito Sylvio Ballerini e jornalista Francisco Assis

A passagem do prefeito Sylvio Ballerini pelo Atos no Rádio foi proveitosa para quem esperava por respostas sobre novas propostas de Lorena em meio à crise que aflige os municípios.

Na troca de secretários, a reorganização administrativa da Educação e a substituição na Saúde, mantendo o planejamento da atuação na pasta; das obras para adequação de acessos aos novos negócios que margeiam a Via Dutra à proposta de uma nova rodoviária municipal, e ainda a implantação de uma frente de trabalho na cidade, que aguarda definição sobre a dotação orçamentária e pode funcionar paralelamente ao Bolsa Trabalho, instituído pelo Estado e que já atende sessenta lorenenses. E o prefeito não terminou sua participação sem sentenciar a expectativa de que novos e ambiciosos projetos devem ser anunciados para 2022, abrindo ainda mais os gabinetes em São Paulo e Brasília.

Aviso aos ‘marinheiros’

Ficou clara nesta última sexta-feira, para todo bom entendedor do mercado político de Pinda, a mensagem que Isael Domingues e Ricardo Piorino passaram aos ‘navegantes’ da própria administração, sobre qual será a rota eleitoral do grupo nas eleições do ano que vem – ou seja, para quem vão os votos do time do prefeito. O espaço Marinellis, no bairro Santa Cruz, quase não comportou a quantidade de convidados para receberem os deputados Marcio Alvino (federal) e André do Prado (estadual) – recordistas em direcionarem recursos para cidade e que vieram justamente para prestarem contas à população.

A meta de Isael é trabalhar seu apoio explícito à dupla de parlamentares, o que deixa claro que não haverá uma candidatura com as cores de sua equipe. A menos, que o insistente tenha ‘luz própria’.

‘Meio caminho andado…’

Marcus Soliva

…como diz o mineiro. O gabinete do prefeito Marcus Soliva comemorou esta semana a aprovação do regime de urgência na Câmara, ao projeto que busca aprovação do Legislativo para o financiamento de R$ 50 milhões para compor o maior pacote de obras da história de Guaratinguetá.

Segundo a patuleia, a missão dos governistas, até a próxima terça-feira, será consolidar oito votos favoráveis, já que a oposição trabalha para ‘azedar a maionese do prefeito’ e Fabricho e Carteira já foram contra a urgência…

Valendo $ 50 milhões

O prefeito Marcus Soliva está sendo aguardado por governistas e oposicionistas na sessão de Câmara desta próxima terça-feira, onde pretende defender in-loco a aprovação por unanimidade do financiamento de R$ 50 milhões, para completar o maior pacote de obras já lançadas simultaneamente em Guaratinguetá, estimado em R$ 100 milhões. Tem gente apostando alto que ele consiga aprovação geral no Legislativo, porque vereador que se opor a um investimento desta monta corre o risco de se despedir da vida público mais rápido do que se imagina. Perguntem ao Nei e ao Fabrício, que pontuaram em declínio de votos na eleição passada, se comparada a anterior, de 2016…

Muito ajuda quem…

…não atrapalha o mercado político de Guará amplificou a atitude dos governistas Pedro Sannini e Dani Dias em procrastinar em 15 dias a votação do projeto da Educação, que busca extinguir cargos como de monitor de creche – por vacância – e outros ajustes nos nomenclaturas da secretaria, para futuras modificações. Segundo a plateia virtual da Câmara, parece que os parlamentares tremeram diante da movimentação de servidores municipais que marcaram presença na última sessão.

Pardal que come pedra…

…tem de saber o intestino que tem Parece que aquele vereador de Cachoeira que recebe ‘pelas portas do fundo’ perdeu a noção de vez. Tem gente apostando que o raparigo não deve demorar para virar ‘caso de polícia’, porque se metendo com ela, já está.

Sandálias da humildade

Corre na boca-pequena de Cachoeira que o futuro presidente da Câmara, na falta de ter que o elogie, ele próprio dá conta do recado; disseram que só não leva jeito para o irônico ‘beijinho no ombro’, mas quando abre o verbo, é o verdadeiro ‘desfile da importância’. Aliás, passou da hora de calçar as sandálias da humildade…

É muita desgraça para…

…uma Câmara só!!! Há quem acredita que o quadro ainda vai piorar, outros porém, já se divertem com o que tem: de ‘encantador de serpentes’ a falso moralista; de dissimulado a teatrólogo; de falastrão a mão-leve e, até sessão de ‘strip tease’ nos bastidores da Casa. Ainda bem que tem uma parte séria dos parlamentares que ‘salvam a pátria’. Pelo menos isso é o que falam pelas esquinas da cidade. Qual cidade? Façam suas apostas…

O que todos querem saber

Qual será a atitude da Comissão de Ética da Câmara de Cruzeiro, em relação ao vereador que virou histórico de boletim de ocorrência e, consequentemente, alvo de inquérito policial, por agressão a uma mulher em plena luz do dia? Com a palavra o presidente da Casa, Jorge Currila, para as providências, porque a cidade toda está aguardando!!!

Atração fatal

Comenta-se pelos balcões de Cruzeiro que o diagnóstico da relação de ‘amor e ódio’ do radialista Antônio Marciano contra o prefeito Thales Gabriel está bem próximo da realidade. Falam ainda que nada muda seu foco e só empunha seu ‘megafone’ – literalmente o que lhe sobrou nos últimos tempos – contra o governo, porque por mais agravante que foi a suspeita de agressão do vereador Gordo da Vila Batista a uma mulher, ele não deu a devida repercussão.

‘Cruz credo…’

Parece que tem gente em Silveiras aumentando a frequência nas novenas, na intensão de que o homem que arrasou a economia local não consiga voltar ao comando da cidade em 2024, depois que o prefeito Guilherme Carvalho reconstruiu o município e devolveu a dignidade à população. O povo da reza intercede a todos e qualquer santo, para que o homem não tenha condições de participar de eleição nem para presidência de clube; outros, portanto, torcem para que sua saúde eleitoral ‘nunca saia da UTI’.

Efeito dupla ou duplo?

De repente, ou melhor, após ordem judicial para lacrar uma das emissoras de rádio de Pinda, o tom das críticas contra o Executivo esfriaram no plenário da Câmara Municipal e o fogo cruzado para ‘incendiar tenda política’ do prefeito Isael Domingues neste período eleitoral baixou a temperatura. Qualquer semelhança com o fato de Vela, Norbertinho e o próprio ex-prefeito Vito Ardito optarem por uma mudança de discurso, talvez não seja mera coincidência, segundo os maledicentes da praça…

Quem compara, vota

Circula pelos corredores da Casa Arnolfo Azevedo que as mudanças no legislativo são notórias aos eleitores externos e internos também: ou seja, entre os vereadores, há segurança em votar nos projetos da cidade com um grupo onde todos compartilham o respaldo da liderança e dividendos políticos com a comunidade. Bem diferente da legislatura passada, quando os interesses se limitavam apenas à ‘sombra do eucalipto’ e acabou por excluir Pedro Vila Brito, Cleber Maravilha, Adevaldir Ramos, Samuel Melado e até o ‘enTão’ do circuito…

Malha fina

Marcelo da Santa Casa

Pelo WhatsApp viralizou no mercado político de Guará a ‘bucha’ do Ministério Público contra alguns integrantes da Saúde Municipal entre 2011/2012, denunciando negociata de medicamentos superfaturados entre a Santa Casa e Prefeitura, com o vereador Marcelo apontado como mentor intelectual do esquema.

Logo ele, da Comissão de Ética na Câmara! Quem investigará quem?

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?