Política a conta-gotas…

“Agora que são elas…”

Rogéria Lucas, Eder Billota, Thalita Barbosa e Adriana Vieira

Esta semana passaram pelo cafezinho mais politizado da região – Jornal Atos – as vereadoras Rogéria Lucas, Adriana Vieira e Thálitha Barbosa, representando a bancada feminina – que inclui também Angela Protetora – da Câmara de Cachoeira Paulista. Entre um cafezinho e outro, uma análise sobre os últimos acontecimentos na cidade e a possibilidade da futura mesa administrativa da Casa de Leis, ser composta 100% pelas mulheres.

Pelo que ficou claro, é que se dependesse da população, a iniciativa estaria consumada, porque, em fato inédito, foram eleitas quatro vereadoras para esta legislatura. Mas o assunto demanda articulação, vaidades e até  ‘interesses escusos’ de quem resiste à presença feminina no Legislativo.

Aritmética política

A participação de Marietta Bartelega no evento Sesi na última sexta-feira, cercada de cordialidade do prefeito Sylvinho, fez o mercado político de Lorena ‘fazer as contas’: Ballerini + Bartelega = a Longuinho; ou vice e versa? Façam suas apostas…

Cacife eleitoral

Apesar das dificuldades preliminares da administração “Ballerini’s” neste início de governo, algo é imprescindível: Com mais de R$ 25 milhões de recursos estaduais – podendo passar de R$ 35 milhões – nos cofres da Prefeitura de Lorena somente neste ano, a geração de empregos se tornando realidade e as obras chegando em todos os bairros da cidade, o ‘cacife eleitoral’ de Sylvinho poderá ir as alturas. Pelo menos essa é a aposta dos governistas de fato – não dos oportunistas – para enfrentar a concorrência em 2024 como novas alianças…

Contra efeito

Coincidência ou não, mas as últimas movimentações políticas de Lorena com as devidas relevâncias, mostraram Marietta Bartelega subindo no ‘palanque’ de Sylvio Ballerini na sexta-feira e, Fabio Marcondes lotando o espaço do Mercadão no sábado, em comemoração ao seu aniversário. Há quem diga que foi uma espécie de ato de desagravo ou marcação de território. Resumo: 2024 promete!!!

Perguntar não ofende

Qual o motivo do ‘desentendimento’ esta semana, em pleno corredor da Prefeitura de Lorena, entre um dos secretários de ‘primeira chamada’ do prefeito Sylvio Ballerini e aquele vereador que ‘ainda pensa que é’?

Continuidade

João Calor e Dr Fernando

A plataforma política do prefeito Isael Domingues, está desenvolvendo vários projetos e reativando outros, todos extra – Prefeitura para auxíliar à população de Pinda. Um deles que está voltando em força total é o Agente do Bem, que Isael confiou ao médico Fernando de Oliveira, que assiste no setor de imagens da na Santa Casa local.

Fernando tem ganhado popularidade na cidade pelo seu dinamismo e carisma junto as pessoas, tem sido uma das revelações até no mercado político local. Ah! Importante, Dr. Fernando está provocando ‘dores de cotovelo em muita gente da patuleia, principalmente agora que terá participação na TV Band Vale. Perguntem ao João Carlos!!!

 

‘Buzão’ do Thales

O prefeito Thales Gabriel conseguiu sete votos favoráveis na Câmara, para subsidiar 0,80 centavos do reajuste da tarifa de ônibus, até fevereiro do ano que vem. Com a necessidade de adequar o valor da passagem, mas entendendo a dificuldade econômica da população, Thales chamou os vereadores a lide para dar sobrevida à empresa que opera o sistema e ‘salvar a pátria’ dos usuários do transporte público de Cruzeiro. Somente os vereadores Fafá e Higmar chutaram contra, quer dizer, votaram contrários ao projeto autorizativo…

Vai de Uber

Em resposta ao posicionamento contrário dos vereadores Higmar e Fafá à iniciativa do prefeito Thales Gabriel, em subsidiar o reajuste do transporte urbano, a rejeição da dupla baixou significativamente no mercado político de Cruzeiro. Comentários imediatos nas filas do ‘buzão’, dão conta que o ‘pedigree’ da dupla é para Uber. Ou seja, “se fui pobre, não me lembro…”

Fora de órbita

Isael Domingues

O mercado político de Pinda não entendeu o posicionamento, digo, o voto contrário do vereador Gilson Nagrim ao projeto do Executivo que adiciona R$ 73,5 milhões ao atual orçamento da cidade, por conta do superávit da economia.

Nem a oposição votou contra, a não ser Nagrim que não entendeu o avanço da cidade que salta dos R$ 531 milhões para mais de R$ 600 milhões. Ou será que entendeu, mas resolveu mandar um recado ao prefeito Isael Domingues? Recado recebido!

Cofre cheio

Com o orçamento de Pindamonhangaba em alta, o reflexo no duodécimo do Legislativo será líquido e certo. Com tanto dinheiro em caixa, resta à Câmara Municipal engrossar também as devoluções do recursos excedentes à Prefeitura, já que há muito o dinamismo e as ferramentas para potencializar o trabalho e a representatividade dos vereadores, tem seguido os ‘moldes’ dos ‘barões e condessas’ do período do império.

Detalhe, devolução que marca a inoperância dos presidentes e dificulta o Executivo no destino da grana, porque devolvem o dinheiro, porém, sem dotação orçamentária para investir…

Rota de colisão

Para quem esperava para a última terça-feira, o final da novela do tal relatório da comissão de ética – referente ao caso Celão, na Câmara de Guará, ficou frustrado. Quem acompanhou a sessão desta semana, percebeu o ‘empurrometro’ da leitura do parecer da comissão – made-in Fabricho Dias, para pós feriado, mesmo com a decisão dos desembargadores favorecendo Marcelo Coutinho – o Celão por unanimidade no Tribunal de Justiça. Parece que o Dias insiste em fazer sucesso as custas do ex-presidente…

Mercado de apostas

Cresce a especulação na política em Guaratinguetá quanto a hegemonia do grupo que por três eleições consecutivas se manteve unido, com raras exceções no entorno do MDB. Muitos apostam que além da perda dos votos, a constelação de partidos também deverá se dissolver. A menos se ‘aquele’ ex-prefeito resolva assumir o comando do grupo, tornando-se um emedebista.

O que muitos querem saber

Qual é o ‘vereador’ que leva o seu mandato a dispensa – favor – da administração Marcus Soliva, que precisou levar um ‘chacoalhão’ do gabinete dias atrás, por pesar o discurso na tribuna da Câmara, contra um dos secretários ligados a diversas faixas etárias de Guará? Para quem ouviu por trás das portas, o parlamentar só faltou alegar ‘insanidade’ na hora da bronca…

Mais importante que…

Piriquito

…o prefeito – Corre na boca pequena de Aparecida, que o que tem o prefeito Luiz Carlos de Siqueira – o Piriquito, de simples e atencioso, tem os secretários de sua administração de altivos e antipáticos.

Parece que na capital mariana da fé, com exceção do chefe do Executivo, todo primeiro escalão precisa calçar as sandálias da humildade, segundo a receita do emblemático Zé Louquinho. Perguntem ao despercebido secretário de Comércio!!!

 


Operação ‘troca-troca’

Circula pelos corredores da Justiça de Cachoeira Paulista, que após a operação da Polícia Federal intitulada ‘Commission’, que afastou até Léo Fenix da Câmara, vem outra que poderá pegar em cheio um outro vereador da cidade, essa patrocinada pelo Ministério Público que deverá investigar ‘troca-troca’ de quiosque. Falaram ainda, que além de Dimas, já tem outro suplente de vereador preparando o terno para assumir a vaga…

E por falar em Ministério…

…Público – rolou pelos corredores da Câmara de Lorena, que o novo promotor de Justiça da cidade, notificou a presidência do Legislativo para que oficie a Promotoria a cerca de um dos vereadores da Casa, ou seja, período pregresso de mandato, informações sobre contratações de empresa no suporte de informática num passado não muito distante e ‘otras cositas mas’! Parece que agora ‘a coisa’ vai andar…

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?