Política a conta-gotas…

Tô fora!!!

A renúncia de Paulo Scamilla do cargo de vice-prefeito de Cruzeiro agitou o mercado político esta semana, e fomentou a especulação sobre as eventuais motivações. A primeira onda de boatos pós divulgação seria pela intenção do prefeito Thales Gabriel em deixar o comando da cidade em ‘suas mãos’, para ser deputado estadual; num segundo momento, uma estratégia de romper agora, para ‘estar livre’ de qualquer ‘ônus’ na temporada de 2024. Quem viver, verá…

No fio da navalha

Mal os eleitores de Cruzeiro absorveram a renúncia de Scamilla ao cargo de vice-prefeito, surgiram rumores ‘velados’ que presidente da Câmara, Jorge Currila – agora o vice, andou recebendo mensagens cifradas, indagando a possibilidade dele assumir a Prefeitura, numa eventual ‘impossibilidade’ de Thales Gabriel em continuar no cargo, talvez por uma candidatura precoce, uma dificuldade jurídica ou até uma cassação…

Encolhendo

Em semana decisiva em Cruzeiro, notícias de bastidores dão conta que o ex-vereador Paulo Vieira foi convidado a deixar a liderança regional do PL; falaram que o controle da sigla agora está com Luiz Eduardo, de São José do Barreiro, que atua como assessor na Assembleia Legislativa do Estado.

Caiu a ficha!!!

Comenta-se em Cruzeiro que agora caiu a ficha do secretário Zé Rogério, que para sobreviver na política, vai precisar de mandato. Como ‘não tem bala na agulha’ para disputar para prefeito, segundo a patuleia, vai tentar seu retorno à Câmara – assim mesmo, terá de combinar com os eleitores. Talvez isso explique a quantidade de comissionados que indicou na Prefeitura…

Tabuleiro de xadrez

Há quem aposte em Pindamonhangaba que ‘a trinca’ de oposição ao prefeito Isael Domingues na Câmara estaria praticamente reduzida à uma dupla – parece que um deles teria se rendido novamente aos favores da administração; e pelo andar da carruagem, disseram ainda que, em breve, a dupla deve dissolver e, quem sobrar, ou seja, o homem que esconde ‘molho de macarrão’ na barba, vai seguir em ‘carreira solo’. A propósito, como andam as conversas entre o gabinete e a presidência daquela mega Cooperativa, intermediada por um dos vereadores para a construção de um grande empreendimento da cidade? Quem lê, que entenda…

Reciclado…

Quem diria que o ex-vereador Ronaldo Pipas, de opositor contumaz da administração Isael Domingues na legislatura passada, se tornaria um ‘quase comissionado’ da Prefeitura de Pinda! Disseram que após ser barrado nas urnas da eleição passada e cair no esquecimento da patuleia, a única mão estendida foi justamente do prefeito que ele tanto criticou…

Parece, mas não é…

A especulação política de Guará atribui à campanha velada as constantes aparições de Dani Dias e Régis Yasumura – ‘colados’ ao prefeito Marcus Soliva – em todos e quaisquer eventos da cidade, mas os governistas contestam, justificando como mera coincidência. Por outro lado, no circuito Câmara-Prefeitura e ‘afins’, o diagnóstico é de ciúmes e sentimento de invasão de área. Perguntem ‘àquele’ que conseguiu o cargo mas não ganhou acesso às principais conversas do Palácio e, se der moleza, é atropelado pela oposição!!!

Jogo duplo

Circula entre os bem informados de Guaratinguetá que a escolha do próximo presidente da Câmara, dependendo do resultado da eleição para deputado na cidade, correrá o risco de ser a mais acirrada da história, principalmente se Régis Yasumura for eleito para Assembleia Legislativa. Há quem garanta que a ‘aposta velada’ de pelo menos três vereadores que postulam a sucessão de Arilson é motivada pelo fato da dupla importância: ser presidente no segundo biênio e poder substituir Marcus Soliva na Prefeitura, como ‘vice-prefeito’ de plantão…

O ‘bonde do Mineiro’

Antonio Mineiro

Esta semana o prefeito Antonio Mineiro acabou provocando uma ‘aglomeração administrativa’ no bairro rural de São Miguel – cerca de 38 km do centro de Cachoeira.

Acompanhado por vários vereadores, secretários e colaboradores, Mineiro foi entregar uma ambulância totalmente equipada para uso exclusivo do bairro, e também promover um encontro de sua equipe de governo com os moradores para alinhar um planejamento de serviços da Prefeitura no local.

Segundo tempo

E por falar em presidência, a próxima sessão de Câmara de Lorena deverá ser de ‘temperatura máxima’, porque como de praxe, neste período os vereadores sempre antecedem a eleição do futuro presidente. Ao que tudo indica, Fábio Longuinho deverá ser homologado para continuar no comando da Casa de Leis por mais um biênio, já que as mudanças no regimento e na Lei Orgânica do Município – permitindo a reeleição – foram aprovadas por unanimidade de votos.

Passando a régua…

Após uma semana intensa de viagens, reuniões estressantes, acertos e desacertos na conexão Governo do Estado e Santa Casa de Lorena, o prefeito Sylvio Ballerini fechou a sexta-feira com boas notícias. Início da pavimentação do acesso à Comil – que deverá receber duas novas indústrias com expectativas de mais de 200 postos de empregos – a expansão da Apolo, com acréscimo de mais 150 contratações. Para próxima semana, Sylvinho está agendando com Doria para definir valores e início de atendimento regional das especialidades de saúde que vêm para cidade.

Perguntar não ofende

Procede que um dos candidatos que disputou contra Isael Domingues nas últimas eleições em Pinda está tentando conquistar seu apoio para 2024?

O que muitos querem…

…saber em Guará: Com o propenso retorno de Marcelo Coutinho – o Celão ao exercício da vereança após o recesso, com quem ele deverá ajustar contas primeiro? Com o homem que senta no centro da mesa ou com aquele que tem acento marcado a direita de quem entra no plenário? Ou será com quem puxa o cordão da bancada feminina???

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?