Política a conta-gotas…

Mudança de comando

Marcus Soliva

Para escapar do crivo do Tribunal de Contas – que proíbe contratação direta de profissionais da saúde com pagamentos por RPA – o prefeito Marcus Soliva priorizou a Santa Casa para o gerenciamento do Samu em Guaratinguetá.

O convênio referência no transporte emergencial de pessoas para atendimento de saúde passa agora para responsabilidade da diretoria do hospital, com apoio operacional do Corpo de Bombeiros.

O retorno

Padre Afonso

De repente a sorte acenou para o Vale com a posse do suplente Padre Afonso Lobato (PV) na Assembleia Legislativa – ainda que para um período de seis meses.

Agora deputado, Padre Afonso já foi na ‘jugular’ do governo do Estado para ‘desengessar’ a inauguração do AME de Taubaté, como resposta a melhoria do atendimento de saúde.

Lobato tem agenda ainda esta semana com o vice-governador Rodrigo Garcia para tratar deste e outros assuntos de interesse da região.

Contra o tempo

Se a sorte acenou para região com a volta do deputado Afonso Lobato e seu trabalho principalmente no setor de saúde, acenou também para o próprio parlamentar, que deverá correr contra o tempo para convencer eleitores e lideranças que sua ausência nos últimos dois anos fez falta.

O que muitos querem saber

O tucano Rafael Goffi, refugiado no Palácio de João Doria desde os últimos resultados das urnas de Pinda, retorna como candidato na campanha do ano que vem ou apenas para pedir votos para alguns notáveis do PSDB?

Mudanças

Enquanto muitas Câmaras Municipais da região estudam estabelecer reeleição para presidência da mesa administrativa, em Guaratinguetá os vereadores colocaram um ponto final nesta possibilidade. Por nove votos favoráveis e dois contrários, Arilson Santos fica restrito ao comando do Legislativo em apenas um biênio, enquanto Marcelo Coutinho – o Celão, entra para os anais da Casa como o único presidente a cumprir três mandatos consecutivos…

Big Brother

Em tempo de Big Brother, a Prefeitura de Guará adota monitoramento por câmeras para o setor de licitações. A ideia é filmar todos os certames licitatórios para evitar mal entendido e sirva para diluir dúvidas até da oposição que procura ‘pelo em ovos’ para atacar o prefeito Marcus Soliva. A pergunta que não quer calar: quem é que entra nesse paredão???

Força conjunta

Ao que tudo indica, o Legislativo de Pinda tem compactuado com a preocupação do prefeito Isael Domingues quanto às necessidades com a saúde do município. Na última semana, vereadores e representantes do Executivo estiveram reunidos na Prefeitura para acertar e destinar todas emendas impositivas para o setor da saúde, cerca de R$ 2,6 milhões. Na reunião foram mencionadas as emendas dos vereadores da legislatura passada já direcionadas neste mesmo sentido, que contribuíram para melhorar o atendimento neste ano.

Pré-requisito

Participantes da Amiga – Associação dos Militares Inativos de Guaratinguetá pensam em plebiscito para definir apoio às candidaturas em 2024. Pelo que se ouviu nas rodas do pessoal da farda, a preferência talvez seria para os deputados que buscam a reeleição, uma vez que a quantidade de votos necessários para eleger um federal seria uma utopia na realidade da cidade. Parece que jogaram uma pá de cal na intensão do vereador local, que discursa sua candidatura à Câmara Federal…

Sputnik V

Thales Gabriel

A população de Cruzeiro emplacou na torcida para o prefeito Thales Gabriel conseguir comprar as 100 mil doses da vacina Sputnik do governo russo.

A ideia é imunizar toda a população acima de 18 anos. Disseram que o único movimento contrário na cidade é o da oposição, é claro…

Nenhum de nós

Circula de forma velada pelos ‘corredores’ da Câmara de Cruzeiro que numa análise sobre o potencial de votos de alguns figurões do pedaço que falam em ser candidatos a deputado, melhor seria ‘chá de simancol’ ou um choque de realidade. De acordo com os numerólogos da política local, nenhum tem bala, quer dizer, votos para chegar sequer na suplência da Assembleia Legislativa. Melhor a fazer é não atrapalhar o prefeito na captação de recursos que vem pelos deputados com ‘bala na agulha’.

Nova safra

Ouve-se pelas principais rodas de especuladores e esquinas do Bairro da Cruz, de Lorena, que entre os atuais vereadores desta temporada, Adilson Sampaio já tem discurso para 2024, e pelo tom das conversas e mobilidade política, não será para permanecer na Câmara. Ao que tudo indica, Sampaio deverá ser um dos três que disputam hoje espaço no Legislativo com vistas a Prefeitura dos irmãos Ballerini’s…

Alguém responde

Onde o ex-vereador ‘enTão’ do Vaguinho, agora ‘autossuficiente’ secretário de Serviços Municipais de Lorena, ‘enfiou’ a frota de caminhões e máquinas que o ex-prefeito Fabio Marcondes deixou na Prefeitura quando passou o mandato?

Perguntar não ofende

Qual o tempero que o enTão ex-vereador, hoje negociante na garagem da Prefeitura, vai querer para ‘engolir’ o inventário – com todo histórico e acervo de ‘sua secretaria’ – que o ex-prefeito fez quando entregou a administração aos irmãos Ballerini’s? Tem gente apostando nisso quando Fábio Marcondes encontrar os irmão do Vaguinho…

Indefinido

Quem ouviu ou tomou conhecimento do pronunciamento do vereador Herivelton Vela (PT) na sessão desta semana, tentando disfarçar com uma ‘meia culpa’ um eventual apoio ao prefeito Isael Domingues, percebeu sua indefinição na vida pública. Disseram que quando mencionou autonomia em ser oposição ou não, limitando seu compromisso apenas à quantidade de eleitores que teve em Pinda, imaginem as dúvidas da população em futuras eleições, quando seu nome for uma das opções…

Formação de…?

E por falar em Câmara de Pinda, rola pelas bancas do mercadão a suspeita que alguns vereadores, ao que tudo indica, estão ‘comendo na mão’ do suposto conspirador do próprio Legislativo. Falam ainda que o cabresto – ou ‘as verdades secretas’ – chegam ao ponto de impor votos e desconsiderar alianças de palanque eleitorais, principalmente quando se trata de assuntos ligados ao Executivo. Durmam com este barulho…

Influência

Ainda sobre a Câmara de Pinda, com o plenário praticamente dividido em cinco a cinco – por obra e graça da oposição – o prefeito Isael Domingues, quando o assunto é Legislativo, busca ‘fazer omelete sem quebrar os ovos, para não perder o voto de desempate do presidente José Carlos Gomes – o Cal. Perguntem ao Norbertinho!!!

Bola de cristal

Um vidente do Judiciário soltou uma previsão bombástica sobre a Câmara de Cachoeira Paulista, dias atrás, que está preocupando muita gente que mantém ou manteve negócios com o pessoal que ocupa a tribuna. Prever que os dois falastrões Piscina e Maximiano não devem concluir seus respectivos mandatos, é moleza; mas apostar que outros dois vereadores, provavelmente darão lugar aos seus suplentes, realmente é de assustar!

“Tô fora!!!”

O ‘terremoto’ provocado pela operação da Polícia Federal esta semana em cima das supostas irregularidades em licitações na compra de medicamentos – com o epicentro em Piquete, levou o prefeito Rômulo Kazinierz, o Rominho, a gritar: “tô fora!” Ou melhor, “não pertence ao meu período”. Resta saber se o vereador da oposição Matheus do Claudinei escutou lá da Câmara…

Em Alta

Guaratinguetá – que recebeu essa semana a boa notícia que o Governo do Estado autorizou a abertura de licitação para concessão dos serviços de operação e adaptação da infraestrutura aeroportuária. O aeroporto Edu Chaves, o único do Vale do Paraíba, está inserido entre os 22 da rede estadual dos blocos Noroeste e Sudeste aprovados para o plano de outorga e regulamentação. A Admninistração Marcus Soliva comemorou a decisão do governador João Dória, porque abre a cidade para o fluxo da aviação comercial, fomentando o turismo e a capacidade comercial, primordial para a retomada do município neste pós pandemia.

Em Baixa

Hospital Regional – O assunto que movimenta cidades como Cruzeiro e Lorena em torno no tema e que o Governo do Estado procrastina uma decisão: se há interesse ou não em construir uma nova unidade de saúde para atender o Médio Vale e Vale Histórico; e, se o plano for utilizar estruturas como as Santas Casas dos municípios envolvidos, o por quê o silêncio do Estado? Enquanto os prefeitos Thales Gabriel e Sylvio Ballerini se mobilizam para ganhar a preferência do projeto, o governador João Doria, que poderia terminar a polêmica com um simples telefonema, segue com seu olhar fito na Presidência da República.

 

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?