Bastidores da Política

Ligações perigosas

Em menos de sete dias, o que era não passou a ser sim, e o que seria sim, mudou de planos em Lorena. Marietta firma o pé como candidata, Fabrício das armas, digo, da funerária atua de recepcionista no escritório político da prefeiturável; Gustavo conversa de ‘pé de orelhas’ com Maurinho; Elcinho de bate papo com ‘4Rs’ sobre administração futura; Vandinho ‘Sambarilove’ sinaliza; Longuinho empurra o Doutor para acordo; Vaguinho sobrevoa a área; e os ‘Obesos’ traindo o professor editando vídeo para a concorrente…

Ligações perigosas II

No segredo de três vazou a informação, ao mercado político de Pinda, que Ricardo Piorino, de ‘caso sério’ com o PSL, sentou para uma conversa afinada com o concorrente do governo Rafael Goffi. O encontro rolou com anuência do cacique Felipe Cesar e apoio do Magrão – este, ao que tudo indica, já está mudando de lado junto com o Professor Osvaldo, apelidado de ‘nota de três’. Ah! Parece que o Vitão perdeu o PSL mesmo…

Guarda chuvas

Enquanto muitos ‘Inhos’ vazam do palanque de Sylvio Ballerini para a $ombra de Marietta Bartelega, uma quantidade significativa de postulantes ao Legislativo de Lorena, com noção de ética, moralidade e respeito com a população buscam o apoio de Fábio Marcondes para garantir uma Câmara séria a partir de 2021.

Periquito come milho…

Corre pelos corredores do Paço Municipal de Ubatuba a informação de que pode ter “gente de dentro” manchando a reputação da administração do prefeito Délcio Sato (PSD) junto ao setor imobiliário. Comenta-se que ‘alguém’ pode estar criando dificuldades para vender facilidades, sob o subterfúgio das barreiras burocráticas que travam sutilmente projetos e construções. A não ser que… Com a palavra, o prefeito que pode ser fritado ainda mais entre os empreendedores!!!

Siga o líder…

Corre pelos corredores da municipalidade de Ubatuba que a marca de ‘fenômeno eleitoral’ atribuída ao ex-vhefe de Gabinete Nuno, pelo mercado político, está incomodando muitas pessoas ligadas ao prefeito Décio Sato. Criado politicamente no entorno do gabinete da Prefeitura, Nuno seguiu a mesma via de Sato – no governo passado de Eduardo César – se fortalecendo no departamento de Obras com o reconhecimento dos servidores municipais e notoriedade como prefeiturável na cidade. Ah! Nesta reta eleitoral, ganhou destaque no PROS, partido que ganha força com boas adesões de candidaturas ao Legislativo e apoiadores de vários setores da economia local.

Oportunismo & populismo

Campeões em rejeição popular em Cachoeira, os vereadores Breno Anaya (PSC) e Max Miranda (DEM) foram surpreendidos com a repercussão negativa pelas redes sociais sobre o posicionamento favoravelmente à redução dos salários dos vereadores – como se esse fosse o motivo do sumidouro de dinheiro público na cidade. As críticas em cima da dupla e os demais são de populismo e tentativa de apenas limpar a imagem, que anda bem “arranhada” com o bloqueio que barra na Câmara todas as investigações contra Edson Mota. Tem gente apostando que a aprovação da redução de salário só rolou porque a maioria dos que votaram sabem das mínimas chances de serem reeleitos.

Prioridade

Guilherme Carvalho

Atendendo um antigo pedido dos moradores do bairro Macacos, em Silveiras, o prefeito Guilherme Carvalho (PSDB) reforçou o quadro de profissionais de Saúde do local. O posto de atendimento passou a contar com o trabalho da doutora Mariana Togeiro – clínica geral, com expediente de segunda à sexta-feira.

O anúncio foi comemorado pelas famílias, que há muito reclamavam sobre a limitação dos horários de atendimento médico no bairro.

Ah! Disseram que os únicos insatisfeitos com o benefício são aquela ‘meia dúzia’ que ainda ‘arrastam as asas’ para Edson Mota que, em 20 anos de feudo político no munícipio, não conseguiram resolver a questão…

Fogo amigo

Corre pelas esquinas de Silveiras que a oposição não precisou mais que uma promessa de Edson Mota para virar a cabeça, quer dizer, o posicionamento do vice João Loló, contra prefeito Guilherme Carvalho. Disseram que Loló só se deu conta que se tratava do ‘canto da sereia’, quando descobriu a que a mesma promessa foi feita por Mota a vários outros políticos. A única certeza agora é que se estava ruim a Loló como vice, a situação vai piorar quando for anunciado um outro nome para caminhar junto com Guilherme na reeleição. Perguntem ao Rafael Cardoso!!!

Transformers

Magrão

Pelo momento ‘transformers’ do vereador Carlos de Moura – o Magrão (ainda PL) durante a primeira sessão de Câmara do ano em Pinda, dá pra se imaginar o que vem pela frente. Antigo apoiador da gestão do prefeito Isael Domingues (PL), o parlamentar decidiu “virar a casaca” e promover uma série de críticas contra o governo municipal.

Disseram que até da possível demora em concluir a pavimentação de diversos bairros o homem reclamou. E por falar em pavimentação, os críticos da sessão relembraram a incoerência de Magrão, que no fim de 2019 foi um dos votos que barrou o projeto de financiamento federal para o recapeamento de 39 mil m² de vias, distribuídas por nove bairros.

Para os cientistas do Mercadão, essa gritaria toda talvez seja por ter sido descartado de ser o próximo vice de Isael – reprovado no quesito lealdade.

Pizza 4 estações

Rola entre a faixa progressista de Guará que está complicado interpretar se a rejeição ao governo de Marcus Soliva – apenas entre a patuleia – se dá por aversão ao seu nome ou por orgulho ferido dos adversários de ‘raízes’, já que sua administração, em termos de obras e desenvolvimento, segue acima da média – em comparação aos antecessores dos últimos 20 anos. Como pizza dividida em quatro sabores, os eleitores devem escolher entre o próprio Soliva – que furou o hegemonia dos tradicionais eliminando Francisco Carlos do quadro, Junior Filippo ou Argus Ranieri, sem contar mais dois ou três que vão configurar na retaguarda das urnas…

Definição

Professor José e Argus Ranieri

E por falar em candidaturas em Guará, fontes ligadas ao grupo de apoio de Argus Ranieri (MDB) anunciou nesta sexta-feira que o professor José do PDT foi escolhido como candidato a vice na disputa pela Prefeitura. A divulgação ‘jogou um balde de água fria’ no discurso dos tucanos de uma aliança do PSDB com o MDB.

Não convidem para…

…a mesma picanha – o ex-presidente da Câmara de Guará, Marcelo Meirelles e o prefeito Marcus Soliva, principalmente se o churrasqueiro for Marcelo Pazzini, e se levar em consideração a declaração do tucano numa emissora da cidade dizendo “que o partido é pequeno para os dois”!!!

Perguntar não ofende

Tem gente querendo saber: vale a pena ao prefeito Marcus Soliva encarar a queda de braços pelo domínio do PSDB de Guará – onde meia dúzia de tucanos que sobreviveram a fase Chico Hair tentam alinhar o partido contra seus interesses?

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?