RMVale entra na fase amarela da flexibilização da quarentena

Salões de beleza, barbearias e outros setores do comércio podem voltar às atividades até dia 23

O governador João Doria, que liberou cidades da região para avançar à fase amarela (Foto: Reprodução GESP)
Bruna Silva
RMVale
O governador João Doria (PSDB) anunciou nesta sexta-feira (7) que as cidades integrantes da RMVale (Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte) poderão avançar na fase de flexibilização da quarentena. A medida acirra um debate que dividiu a opinião de prefeitos da região, que divergem sobre a atual condição da região em caminhar para a próxima fase do Plano São Paulo.

Após quase dois meses na fase laranja, com comércio aberto por quatro horas, as cidades ganham aval para expandir horário de atendimento e mais setores da economia serão retomados.

Nesta nova etapa, que segue até o próximo dia 23, o comércio passa a funcionar por seis horas diárias, bares e restaurantes estarão autorizados e deverão respeitar medidas de distanciamento, além de academias e salões de beleza. “Mas isto, obviamente, não deve significar nenhum relaxamento contra o coronavírus, nenhum relaxamento com as medidas restritivas de cuidados pessoais. Qualquer descuido pode ser fatal”, destacou Doria.

Nas últimas semanas, os prefeitos do Codivap (Consórcio de Desenvolvimento Integrado do Vale do Paraíba) entraram em embate devido a um posicionamento de um grupo, liderado pelo prefeito de São José dos Campos, Felício Ramuth (PSDB), que tentava antecipar o avanço para a fase amarela para toda a RMVale. A argumentação do joseense era de que os números do estado referente à região continha erros, o que foi negado pelo governo Doria. A tentativa de Felício Ramuth foi rebatido pelos prefeitos de Guará, Marcus Soliva (PSC), de Cruzeiro, Thales Gabriel Fonseca (PSD) e Lorena, Fábio Marcondes (sem partido), que decidiram seguir com seus municípios na fase laranja, medida que foi acompanhada por outras cidades, como Pindamonhangaba, que acaba de ultrapassar os mil casos confirmados.

Escolas – Doria destacou ainda que o retorno das aulas no estado deverá ser feita de maneira gradual com foco na segurança da saúde dos estudantes. “Temos um horizonte e bons resultados”, enfatizou o governador. A volta das aulas presenciais foram pré-definidas para o dia 7 de outubro.

Conforme o último levantamento com dados das secretarias de Saúde, a RMVale tem 21.133 infectados e 651 óbitos causados pelo novo coronavírus. A norma passa a valer em toda a região, mas os municípios deverão ainda lançar decretos próprios, adotando as ações até o início da próxima semana.
Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?