Política a conta-gotas…

Todos são suspeitos…

…até que provem ao contrário – frase que traduz a atitude do prefeito Antônio Mineiro frente ao emaranhado de irregularidades que vem encontrando diariamente na Prefeitura, como herança do período da Motolândia. De acordo com sua assessoria, só restou ao Mineiro decretar SUSPEIÇÃO de todos os contratos vigentes em Cachoeira Paulista, até que uma força-tarefa analise origem, destino e beneficiados com a dinheirama que está ‘esvaziando’ os cofres públicos.

Acertos e ajustes

Parece que os ajustes iniciais da administração pública de Cachoeira Paulista não estão limitados apenas às irregularidades encontradas pelo novo prefeito Antônio Mineiro. Quem desocupou a mesa esta semana foi a secretária de Saúde, e provavelmente outros poderão pedir baixas ou serem convidados a mudar de rumo. Sem recursos adequados para remunerar técnicos e profissionais de renome, e sob decreto de calamidade financeira, Mineiro tenta levar a Prefeitura no caminho da moralidade, contando com uma minoria empenhados em ajudar mudar a sorte da cidade.

Chumbo grosso

E por falar em mudanças de personagens em Cachoeira, a Câmara está com nova configuração. Dil Fonseca ‘jogou a toalha’ no Legislativo em troca de uma oportunidade na secretaria de Esporte. Em seu lugar assume com promessa de bom desempenho Alexandre Alves do PSD, para espanto dos três ‘mosqueteiros’ de Edson Mota: Leo Fênix, Nenê do Seu João e Max do Casemiro. Por que? Agora eles terão de enfrentar o contraditório na tribuna da Casa…

Bolsa de empregos

Parece que maratona de Max para arrumar emprego para o ex-vereador Breno Anaya, prossegue mesmo após o BO do carro oficial e da churrascada às custas da população de Cachoeira Pauslita. Disseram que a dupla visitou o ‘balcão de empregos’ do prefeito Sylvio Balletini – leia-se Prefeitura de Lorena. Pela ‘tromba’ do promotor artístico de Breno, ao sair do gabinete do homem, o encontro foi frustrante…

Boa notícia

Boa parte da população de Lorena e região comemorou a notícia da retomada dos atendimentos ambulatoriais e cirurgias eletivas na Santa Casa – suspensos desde janeiro com o agravamento da pandemia. Outra expectativa positiva foi que a administração Sylvio Ballerini concretizou o contrato com a Santa Casa, referente ao Pronto Atendimento aos pacientes da Covid-19.

Regional

O prefeito Sylvio Ballerini cumpriu agenda no Palácio do Governo nesta quinta-feira, em mais uma sessão de articulação, junto ao Estado, pelo Hospital Regional em Lorena. Acompanhado pelo seu secretário de Governo, Lucas Mulinari e do chefe de Gabinete, Bronson Heleno, Sylvinho contou com o apoio do agora subsecretário Ortiz Junior – ex-prefeito de Taubaté – junto a Marco Vinholi – secretário Estadual de Desenvolvimento Regional. O projeto de um Hospital Regional tem sido prioridade nos trabalhos dos Ballerinis, por ter sido tema da campanha eleitoral.

Cara ou coroa?

A proposta de Sylvio Ballerini em trazer o status de Hospital Regional para Lorena, se aprovado pelo governador João Doria, pode acontecer de duas formas – segundo comentários em uma roda de médicos e articuladores políticos da cidade: o mais viável e econômico seria aproveitar a boa estrutura da Santa Casa para locar as especialidades e aparelhagens, ou o mais dispendioso, construir um prédio novo para receber a estrutura do Estado.

Rápido no gatilho!!!

Ainda sobre a possibilidade do Hospital Regional se materializar em Lorena, quem parece ter pensado em um consórcio entre o pessoal de jalecos brancos e alguns investidores para assumir o projeto de construção, foi aquela ‘figura volumosa’ que se arrasta pelos corredores da entidade que cuida da saúde dos ricos. E se der moleza, pode ‘engolir’ a instituição tradicional de atendimento à população, pelo simples fato do seu crescimento que vem ameaçando o atendimento privado.

Sob nova direção

Em clima amistoso, os associados da Associação Comercial – Aceg – elegeram o empresário Guilherme Schindler Gigli – Alquimia Perfumaria como presidente. Eleito em chapa única e com uma equipe de diretores e conselheiros comprometidos com o desenvolvimento de Guaratinguetá, Guilherme dará sequência no comando da entidade, após a boa gestão de Ricardo Teberba por dois mandatos consecutivos.

Em dose dupla

Parece que tempo é sinônimo de produtividade na Prefeitura de Guará, que impõe ritmo acelerado desde o início da atual gestão pública. De olho no calendário, o prefeito Marcus Soliva tem dividido as tarefas com seu vice, Regis Yasumura. Pelo que se percebe até nas redes sociais, é que com agenda cheia de compromissos externos, enquanto Soliva se desloca para direita, Yasumura pega para esquerda com a missão de vistoriar obras, ouvir os populares e dar soluções aos problemas quando surgem.

Obras & projetos

O projeto que prevê um pacote de obras e vários convênios que deverá marcar o primeiro semestre do segundo mandato de Thales Gabriel foi aprovado esta semana na Câmara. Embora sem correr risco de rejeição, não foi possível conter a murmuração dos novatos do Legislativo clamando por mais detalhes. O vereador Paulo Felipe, por exemplo, questionou através de requerimento informações em plenário. O estranho, segundo o pessoal da praça, é que Felipe poderia diluir estas dúvidas apenas com um telefonema, caso fosse muito esforço se dirigir à Prefeitura. Simples assim…

Exatas versus humanas

A patuleia política de Cruzeiro comemorou a decisão que deu pela rejeição das contas da administração Thales Gabriel, referentes ao exercício de 2017. Num primeiro momento em sua defesa, o prefeito aguardava um desfecho na Justiça para reverter a numerologia do Tribunal de Contas, já que não houve dano ao erário. Agora o Executivo aguarda a avaliação do Legislativo, que tem a oportunidade de considerar as condições em que Thales assumiu Prefeitura e como o município saltou do estado falimentar para o desenvolvimento econômico e social.

Não convidem para…

…a mesma picanha o presidente da Câmara de Pinda, José Carlos – o Cal e o vereador Norbetinho Moraes, principalmente se o churrasqueiro for o Magrão e o assunto seja a invasão de área e atribuições no Legislativo!!!

Não convidem para…

…a mesma confraternização – os três grupos – o ligado aos negócios, o do interesse eleitoral e o da fama – que andam se esbarrando pelos corredores da municipalidade de Pinda, ainda que o anfitrião seja o próprio prefeito Isael Domingues! A pergunta que fica: o homem da caneta espalha roda antes ou depois da eleição de 2022?

Problemas em comum…

…reações diferentes – Numa leitura geral, o quesito transporte público não é peculiaridade isolada na região. Em Cruzeiro, o prefeito Thales Gabriel considera a possibilidade de forma amistosa a substituir a ABC Transportes por um melhor atendimento à população; em Guaratinguetá, o Sindicato, sem considerar a pandemia que afetou gregos e troianos,  ‘isqueira’ o prefeito Marcus Soliva a pressionar a empresa Oceano; em Pindamonhangaba, o prefeito Isael Domingues, que já subsidiou a Viva Pinda no auge da crise, faz ‘mesa redonda’ com os vereadores e representantes da empresa para equacionar e melhorar a qualidade do serviço prestado aos moradores.

Mobilidade urbana

E por falar em transporte público, o prefeito Isael Domingues acompanha pari passu a finalização das obras de construção da Rodoviária do distrito de Moreira Cesar, com investimento de mais de R$2,7 milhões. O projeto, iniciado no final do mandato anterior de Isael, havia sido taxado de eleitoreiro pelos seus principais opositores e com diagnóstico do mercado político da obra não ser concluída. Focado em atender os moradores do Distrito e melhorar a mobilidade urbana, até os contrários serão convidados para festa de inauguração, inclusive ‘aquele’ vereador que na hora de enfrentar as urnas, encosta no grupo de Domingues para sobreviver na vida pública.

Ponto para Soler!

A prefeita Erica Soler continua avançando no cenário político regional, atraindo cada vez mais atenções para Potim. Nesta quarta-feira, ela ciceroneou a dupla de deputados André do Prado (estadual) e Marcio Alvino (federal) para a entrega da rua Antônio de Oliveira Portes, modernizada e transformada em um “calçadão” para auxiliar no Caminho da Fé, com recursos de R$500 mil encaminhados por Prado. O trio acompanhou ainda a revitalização da Praça Francisco de Assis Galvão, que receberá o Parque da Cidade, além da pavimentação das ruas Marino Brasil, Benedito Lino e Aristeu Vilela, a construção da ponte Orlando Andrini e canalização do rio, com investimento superior a R$513 mil. Em tempos de bater à porta dos gabinetes, Erica tem dado exemplo a muitos prefeitos da região de como fazer do limão da crise uma bela limonada, com leves sabores de 2022…

E por falar na dupla…

…André do Prado (estadual) e Marcio Alvino (federal) também passaram por Roseira na quarta-feira, quando os deputados, acompanhados pelo prefeito Fernando Siqueira, entregaram respiradores à Santa Casa e anunciaram recursos para a saúde e Apae, além do compromisso por pavimentação asfáltica e outras obras na cidade. E as prefeituras esperam mais para os próximos meses. Haja cafezinho…

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?