Litoral Norte chega a 25 casos de sarampo confirmados

Registros da doença preocupam profissionais da saúde com início da alta temporada

Vacinação contra o sarampo entra em segunda fase de campanha no país; Litornal Norte alerta para alta temporada (Foto: Reprodução PMC)
Vacinação contra o sarampo entra em segunda fase de campanha no país; Litornal Norte alerta para alta temporada (Foto: Reprodução PMC)

Letícia Noda
Região

As Vigilâncias Epidemiológicas das cidades do Litoral Norte confirmaram novos casos de sarampo na última semana. As quatro cidades litorâneas somam 25 confirmações até o último sábado.

Ubatuba lidera o ranking, com 11 casos. O mais recente foi de um bebê de nove meses, que passava o período de férias no bairro Itaguá. A família é de Poço de Caldas-MG. Segundo a Prefeitura, a criança foi hospitalizada, mas está bem. Outros cinco possíveis contágios da doença estão sendo investigados.

Já em Caraguatatuba, a secretaria de Saúde confirmou até o último dia 8, três casos positivos da doença, com 27 ainda em investigação.

Os casos positivos são referentes a um bebê, do bairro Capricórnio, um homem de 30 anos, morador do Jardim Primavera e outro homem, de 22 anos, do bairro Tinga. A Prefeitura informou que todos passam bem.

Em Ilhabela, até o momento, são nove casos confirmados. Já em São Sebastião, dois.

Começou na última segunda-feira, a segunda etapa da Campanha Nacional de Vacinação Conta Sarampo nas UBS (Unidades Básicas de Saúde). A etapa tem como público alvo adultos entre 20 e 29 anos de idade. O Dia D será realizado no sábado, dia 30.

Visitantes – Um fator que tem preocupado as prefeituras é a alta temporada estar se aproximando, período em que a região recebe cerca de três milhões de turistas para as festas de fim de ano e férias.

A agente da Vigilância Epidemiológica de Ubatuba, Ângela dos Santos, contou que nessa época a equipe aumenta a atenção. “Ainda não foi marcado nenhuma ação específica, mas estaremos em reunião e vamos ver a possibilidade de novas ações. Mas é mais orientação”, explicou. “Toda pessoa que não tem as doses podem estar procurando as unidades básicas, não precisa esperar o dia da campanha. Todo dia a vacina é feita”.

O sarampo é uma doença altamente contagiosa causada por um vírus, e seus principais sintomas são febre alta, dor de cabeça, manchas vermelhas, que surgem primeiro no rosto e atrás das orelhas, e, em seguida, se espalham pelo corpo, tosse, coriza e conjuntivite.

 

 

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

× Como posso te ajudar?