Estado libera oito horas para comércio de cidades na fase amarela

Medida visa diminuir o fluxo de pessoas; mesmo na fase laranja, Guará decide aderir e anuncia maior tempo para setor

Centro comercial de Pinda, um dos municípios liberados para avançar às oito horas de atendimento no comércio (Foto: Bruna Silva)

Bruna Silva
RMVale

O Governo do Estado decidiu, recentemente, que as cidades que estão fase amarela do Plano São Paulo poderão expandir o horário dos estabelecimentos para oito horas diárias. A ação passa a valer a partir desta sexta-feira (21).

O vice-governador e secretário de Governo, Rodrigo Garcia (DEM), afirmou que ação foi aprovada pelo Centro de Contingência da Covid-19. “Mesmo com essa autorização feita através de decreto do Governo de São Paulo, os prefeitos têm autonomia para aplicar a medida e decidir se a mudança será adotada e em que momento deve ser adotada em suas cidades”.

A medida engloba diversos setores como comércio, serviços, salões de beleza e barbearias, restaurantes e similares, academias, convenções e atividades culturais. A recomendação é que os donos dos estabelecimentos escolham a adoção da jornada contínua ou fracionada, dentro do limite de oito horas.

Em relação aos restaurantes e similares, a norma ainda visa que os clientes estejam todos sentados para evitar aglomeração, além de usar máscaras de proteção (poderão ser retiradas somente no momento da refeição), assim como os funcionários. O fechamento será até às 22h.

Atividades culturais – Os eventos culturais poderão ser retomados a partir de 28 dias da região na fase amarela. Já as atividades com público em pé só serão permitidas após o mesmo período na fase verde. De acordo com o Estado, a venda de ingressos de eventos culturais em bilheterias físicas já está permitida, desde que obedeça aos protocolos sanitários e de distanciamento social.

Entre as cidades da região, Guaratinguetá anunciou que seu comércio passa a funcionar no novo horário a partir da segunda-feira (24). O anunciou para expansão das seis para oito horas foi feito pelo prefeito Marcus Soliva (PSC). “Ontem o Governo permitiu que o horário de atendimento do comércio seja estendido para oito horas. Sendo assim, quem precisar fazer compra pode ir em horários alternados e não gerar aglomeração”, publicou o prefeito em seu perfil no Facebook.

Apesar da medida, Guará segue na fase laranja, por decisão própria, após o Estado liberar as cidades da RMVale avançarem para a amarela. Além das oito horas diárias de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h. Já aos sábados, a liberação das atividades segue entre 9h às 13h.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?