Estado amplia leitos de UTI no Hospital Regional de Caraguá

Unidade passa a contar com estrutura capaz de atender trinta pacientes; Litoral tem mais de setecentos infectados pela pandemia

Hospital Regional de Caraguá, que recebeu ampliação de leitos e conta com capacidade para atender trinta pacientes (Foto: Reprodução PMC)

Lucas Barbosa
RMVale
Atendendo ao pedido dos prefeitos do Litoral Norte, o Governo do Estado liberou na última terça-feira (9) a abertura de mais seis leitos de UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) no Hospital Regional de Caraguatatuba para o atendimento exclusivo de pacientes diagnosticados com coronavírus (Covid-19). A medida foi comemorada pelos gestores das cidades litorâneas, que juntas totalizam 27 mortes e 805 moradores infectados.

De acordo com a Prefeitura de Caraguatatuba, diante do aval do governador João Doria (PSDB) para a ampliação da estrutura de atendimentos no aparelho público, o Hospital Regional passou a contar com vinte leitos de UTI e outros dez de enfermaria. Desta maneira, a unidade começou a operar com 75% de sua capacidade de leitos, que é de quarenta.

Atualmente com uma taxa de ocupação de 65%, levando em consideração os seis novos leitos, o Hospital Regional tem atuado na retaguarda das Santas Casas e demais unidades de saúde de Caraguá, Ilhabela, São Sebastião e Ubatuba, no atendimento de pacientes diagnosticados com a Covid-19.

Construído por meio de um investimento estadual de R$ 188 milhões, o Hospital Regional de Caraguá foi aberto em de 30 março para reforçar o combate á pandemia na região praiana. Na ocasião, Doria ressaltou ainda que o funcionamento da unidade contribuiria para que os pacientes do Litoral Norte tivessem um acesso mais ágil a leitos, não dependendo de vagas nos hospitais regionais do Vale do Paraíba, que funcionam em São José dos Campos e Taubaté.

Dados – Os boletins epidemiológicos divulgados pelas Prefeituras das cidades do Litoral Norte na tarde desta quinta-feira (11) apontam que Caraguá reúne 52% das mortes causadas pelo novo coronavírus na região litorânea. Além dos 14 óbitos, o município, que abriga o Hospital Regional, registra 238 infectados.

Já São Sebastião, contabiliza seis mortes e 409 moradores diagnosticados com a doença. Também com cinco vítimas fatais, Ubatuba possuí 85 moradores infectados.

Em situação mais amena do que as cidades vizinhas, Ilhabela registra duas mortes e 73 confirmações.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?