Em meio a flexibilização, RMVale tem aumento de mortes por Covid-19 e supera três mil casos

Casos fatais subiram de 91 para 127 em uma semana; mais oitocentas infecções foram registradas no mesmo período

Funcionário da rodoviária de Guaratinguetá seguindo o uso obrigatório de máscaras; região tem aumento de casos (Foto: Marcelo A. dos Santos)

Bruna Silva
RMVale

Uma semana após a flexibilização da quarentena na Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral, as secretarias de saúde de 28 cidades contabilizaram 3.134 infecções, houve um salto de 825 casos se comparado com a semana anterior.

Em Pindamonhangaba, um novo óbito foi registrado nesta segunda-feira (8). Um homem de 40 anos, morador do bairro Cícero Prado, faleceu devidos às complicações causadas pelo vírus. A secretaria de Saúde local informou que ele possuía problemas crônicos. Com este falecimento a cidade registra 6 casos fatais e 54 pessoas contaminadas, outros 21 pacientes aguardam o resultado dos testes.

Guaratinguetá tem cerca de oitenta casos de Covid-19, e mais de cem pacientes estão esperando a confirmação da doença, na cidade já há três óbitos confirmados. As regiões com mais infectados são Parque do Sol, Vila Paraíba, Escola de Especialistas Aeronáutica, Parque das Colinas e Jardim França 1.

Durante o final de semana, Aparecida teve um aumento expressivo de 9 para 16 casos. A secretaria de Saúde municipal pediu para que todas pessoas que foram ou serão testadas para o novo coronavírus em outras cidades entrem em contato com a Vigilância Epidemiológica aparecidense. De acordo com o Município, a intenção é fazer com que possa ser criada estrutura mais eficiente de combate à doença.

Lorena tem 97 contaminações identificadas, seis pessoas permanecem sob cuidados na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e uma na está internada na ala de enfermaria. Segundo o boletim epidemiológico, 27 pessoas estão fazendo o isolamento social para contenção da Covid-19 e 36 aguardam a confirmação através da testagem.

Litoral – Em Caraguatatuba, 231 pessoas foram contaminadas e 13 óbitos confirmados. A taxa de ocupação dos leitos de UTI é de 51%.

Os hospitais de referência para o enfretamento do novo coronavírus são: Casa de Saúde Stella Maris, Hospital Regional e Unidade de Pronto Atendimento Central. Ubatuba já verificou 75 infecções e três mortes, ao menos 22 pacientes suspeitos estão sendo acompanhados.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?