Denúncia de crime ambiental mantém pousada de luxo interditada em Ubatuba

Estabelecimento é acusado de despejo de resíduos de cozinha no mar; ‘Mansão Tenório’nega irregularidades

Pousada na praia do Tenório lacrada em Ubatuba;
Pousada no Tenório lacrada em Ubatuba por crime ambiental;  mansão nega irregularidades com despejo de resíduos (Foto: Reprodução)

Lucas Barbosa
Ubatuba

Após receber denúncias de crime ambiental, a Vigilância Sanitária de Ubatuba interditou na última semana uma pousada de alto padrão no bairro Tenório. De acordo com o órgão municipal, foi constatado que o estabelecimento hoteleiro estava poluindo a Praia do Tenório.

Luxuosa e com diárias de até R$ 2 mil, a pousada ‘Mansão Tenório Beach Club’ foi lacrada por agentes da Vigilância Sanitária na manhã da última terça-feira.

Segundo apuração do órgão, o estabelecimento despejava resíduos da cozinha de seu restaurante diretamente na região costeira e nas águas da Praia do Tenório, ao invés de destiná-los à tubulação de esgoto. Além da irregularidade, a equipe de fiscalização afirma ter flagrado o restaurante da mansão fornecendo aos clientes água com aparência imprópria, devido sua coloração escura.

Em nota oficial, a Prefeitura de Ubatuba justificou que “decidiu interditar cautelarmente todo o empreendimento até que ele apresente o sistema de tratamento dos resíduos aprovado e cesse seu lançamento (trecho do documento)”.

O Executivo revelou ainda que no início de julho já havia denunciado a pousada por crime ambiental á Polícia Militar e ao Ministério Público.

Outro lado – A reportagem do Jornal Atos solicitar diversas vezes um posicionamento da direção da pousada ‘Mansão Tenório Beach Club’ sobre o caso, mas nenhum funcionário atendeu as ligações no número telefônico fornecido pela empresa na internet.

Em nota oficial encaminhada ao site de notícias da Rede Globo, o G1, a gestão do estabelecimento hoteleiro negou ter praticado qualquer crime ambiental, classificando a decisão da Vigilância Sanitária de Ubatuba como indevida e precipitada.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?