Com apoio federal, Ubatuba anuncia implantação de leitos de UTI

Temporárias, as dez unidades serão destinadas às vítimas de Covid-19; cidade contabiliza uma morte e 53 infectados

Leito de UTI na Santa Casa de Ubatuba; prefeito Délcio Sato anunciou dez novos leitos com recurso Federal (Foto: Reprodução PMU)

Lucas Barbosa
Ubatuba

Preocupados com o aumento de casos de novo coronavírus (Covid-19) em Ubatuba, os moradores ganharam um motivo para comemorarem.

A Prefeitura anunciou, na última quinta-feira, que a cidade praiana foi contemplada por uma ação do Governo Federal que garantirá as implantações de dez leitos, temporários, de UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) na Santa Casa de Ubatuba, para o atendimento exclusivo de vítimas da pandemia.

Divulgado no site oficial da Prefeitura, o comunicado revela que o Ministério da Saúde comprometeu-se a arcar financeiramente com as instalações dos leitos e demais despesas pelo prazo de noventa dias, que poderá ser prorrogado de acordo com a necessidade do município frente à pandemia.

Além de ventiladores pulmonares, as unidades serão equipadas com bombas de infusão (aplicação de medicamentos pela corrente sanguínea), cardioversores (estímulos elétricos no coração), frascos de aspiração de ar comprimido, monitores e kit laringoscópico (intubações).

De acordo com a secretaria de Saúde de Ubatuba, o pedido ao Ministério da Saúde para a habilitação temporária dos leitos foi realizado no início de abril.

A pasta revelou ainda que a melhoria na Santa Casa, que deverá ser concluída até o fim da primeira quinzena de junho, contará com um investimento federal de cerca de R$ 1,440 milhão nos próximos três meses, já que cada leito requer um gasto diário de aproximadamente R$ 1,6 mil.

A novidade foi considerada um alívio pelas famílias da cidade litorânea, que não conta com leitos de UTI. Até o momento, a demanda de pacientes diagnosticados com coronavírus em Ubatuba, é absorvida por Caraguatatuba, através da Casa de Saúde Stela Maris e o Hospital Regional do Litoral Norte.

O prefeito Délcio Sato (PSD) ressaltou a importância da melhoria na estrutura de atendimento às vítimas da pandemia. “A abertura destes leitos públicos de UTI é uma medida de extrema importância para o combate ao Covid-19. Com isso estamos bem equipados para salvar vidas. Esta foi uma reivindicação desta administração junto ao Governo Federal, que nos atendeu. Finalmente, Ubatuba conquista à Santa Casa seus leitos de UTI temporários, contudo, vamos trabalhar politicamente para torná-los definitivos, o que será uma conquista histórica”.

O chefe do Executivo revelou ainda que está em fase final a elaboração de um projeto para a construção de um hospital no bairro Jardim Carolina. Orçada em R$ 400 mil, a obra deverá viabilizar as implantações de cem leitos de UTI. A Prefeitura não revelou sua expectativa de quando a edificação será iniciada.

Dados – Segundo o boletim divulgado pela Vigilância Epidemiológica na tarde desta sexta-feira (29), Ubatuba contabilizada uma morte e 53 casos confirmados de coronavírus, sendo que 45 pacientes já se curaram e outros quatro seguem internados.

A única vítima fatal até o momento foi um homem de 44 anos, que era morador do bairro Taquaral e possuía um histórico comorbidades, que faleceu em 10 de maio.

Em contrapartida, a cidade praiana já descartou 280 casos suspeitos.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?