Cobrado por prefeitos, Doria anuncia abertura de Hospital Regional de Caraguá

Atendimento inicial é destinado para vítimas de coronavírus no Litoral Norte; unidade entra em funcionamento na próxima segunda-feira

O Hospital Regional de Caraguatatuba ainda durante as obras; inauguração parcial está marcada para esta segunda-feira (Foto: PMC)

Lucas Barbosa
Litoral Norte

Para reforçar a estrutura de atendimento a casos de coronavírus no Litoral Norte, o governador, João Doria (PSDB), anunciou na última terça-feira a abertura do Hospital Regional de Caraguatatuba para a próxima segunda-feira. Construída através de um investimento estadual de R$ 188 milhões, a unidade contará com até trinta leitos exclusivos às vítimas da pandemia.

Acompanhado do secretário de Saúde do Estado, José Henrique Germann, o governador revelou a medida durante entrevista no Palácio dos Bandeirantes, na capital paulista. Na ocasião, Doria explicou que a abertura do aparelho público estava prevista para ocorrer até o fim de junho, mas foi antecipada como forma de precaução para garantir que moradores do Litoral Norte tenham um acesso mais ágil a leitos caso sejam infectados pelo coronavírus, não dependendo de atendimentos no Hospital Regional de Taubaté e demais unidades de saúde do Vale do Paraíba.

O governador ressaltou ainda que inicialmente serão disponibilizados vinte leitos, sendo dez de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e outros dez de enfermaria, para o atendimento de vítimas da pandemia. Já na segunda quinzena de abril, haverá a abertura de outros dez leitos de UTI.

Em contrapartida, o tucano não revelou o prazo para o início dos demais serviços de saúde que serão oferecidos no local, como exames e consultas com médicos especialistas de diversas áreas como: ortopedia, traumatologia e neurologia.

A decisão de Doria atende aos pedidos dos prefeitos do Litoral Norte, principalmente o de Caraguá, Aguilar Junior (PSDB), que no último domingo chegou a postar nas redes sociais um vídeo afirmando que foi informado pelo setor de Relações Públicas do Instituto Sócrates Guanaes, organização social contratada para gerir o hospital, que a unidade teria suas portas abertas até o fim desta semana. Porém, a notícia foi negada pela assessoria da secretaria de Saúde do Estado na manhã do dia seguinte.

Já na tarde da última terça-feira, Aguilar comemorou a oficialização da abertura do aparelho público. “Ficamos felizes com a sensibilidade do Estado em colocar o Hospital Regional em funcionamento, que será referência para as cidades da região, representando uma grande vitória ao povo do Litoral Norte”.

Iniciada em julho de 2016, a construção do Hospital Regional tinha a previsão inicial de ser concluída em até dois anos. Já que não conseguiu cumprir o prazo, devido a entraves burocráticos, o Estado remarcou sua inauguração para junho de 2019 e depois para outubro do mesmo ano.

No começo de janeiro de 2020, Dória revelou que tinha a meta de abrir unidade até o fim de março.

Pandemia – De acordo com dados do Ministério da Saúde, São Sebastião é a única cidade do Litoral Norte com casos confirmados de coronavírus, chegando a dois moradores infectados.

O Estado também investiga se a morte de um idoso de 60 anos, ocorrida na última segunda-feira, que teria sido ocasionada pela doença. O município registra ainda 11 casos suspeitos da doença. As outras cidades litorâneas também possuem casos suspeitos: Caraguatatuba (20), Ilhabela (17) e Ubatuba (34).

 

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?