Potim começa a entrega do IPTU no final do mês

Imposto tem primeiro vencimento previsto para 11 de junho e desconto de 10% apenas cota única; Guará define estrutura para isenção

Trabalho de ajustes de sinalização de trânsito em Potim; Prefeitura aguarda arrecadação para ações (Foto: Reprodução)
Trabalho de ajustes de sinalização de trânsito em Potim; Prefeitura aguarda arrecadação para ações (Foto: Reprodução)

Jéssica Dias
Potim

A Prefeitura de Potim começa a entrega dos carnês de IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) no próximo dia 20. O vencimento está previsto para 11 de junho com desconto de 10% para pagamento em cota única.

Os 5,7 mil carnês, que serão entregues casa a casa, tiveram reajuste de 2,51% com base na Ufesp (Unidade Fiscal do Estado de São Paulo). Os contribuintes que não moram na cidade receberão o documento via correio.

A Prefeitura destacou que não haverá isenção de juros e multas para contribuintes com parcelas em atrasos. O abatimento de 10% é somente para pagamento em cota única. O contribuindo tem a opção de parcelar em até seis vezes.

Pessoas idosas, deficientes ou portadoras de câncer também não serão beneficiadas com a isenção. Segundo a Prefeitura, a obrigatoriedade não consta na lei municipal.

A dívida ativa de Potim está em mais de R$ 8 milhões, o que significa. De acordo com a Prefeitura, nos últimos quatro anos praticamente R$ 2 milhões de recursos não recebidos em impostos no geral. A expectativa é que o Município receba o total de R$ 1.666.482,58.

Guaratinguetá – A Prefeitura finalizou o trabalho de pedidos de isenção de tributos municipais. Foi montada uma estrutura em prédio anexo à sede do Executivo para atender cerca de duas mil pessoas que solicitaram o benefício em Guará.

Tinha direito ao beneficio aposentados e pensionistas do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) que ganhem até dois salários mínimos e tenham um único imóvel com até 150 m² de construção e nele residam; proprietários que recebam até dois salários mínimos, possuam um único imóvel com até 70m² de construção; ex-combatente da Força Expedicionária Brasileira ou viúva que não possua nenhum outro imóvel no município, podendo ser imóvel alugado.

Para quem ganha acima de dois salários mínimos ou não possua renda, tenha um imóvel com até 70m² de construção em que more, o desconto será de 50%.

Os pedidos foram concedidos especialmente em relação ao IPTU. Ao todo, foram 1,3 mil solicitações atendidas para o exercício de 2018, sendo 1.231 isenções de 100%, 65 de 50% e outras quatro de ex-combatentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>