GCM’s de Pinda se envolvem em briga durante abordagem na Feira Livre

Vídeo flagra trocas de socos e chutes entre dois homens e guardas; secretaria de Segurança Pública afirma que boletim de ocorrência foi realizado

Galpão da feira livre, em Pinda; próximo ao local das agressões envolvendo GCM’s (Foto: Bruna Silva)

Bruna Silva
Pindamonhangaba 

Circulou nas redes sociais no últimos dias um vídeo em que dois guardas municipais de Pindamonhangaba entraram em confronto físico com dois homens após um deles reagir a abordagem na Feira Livre do Centro. A ação violenta foi registrada no último domingo (27), enquanto os funcionários públicos trabalhavam.

O vídeo (abaixo) de três minutos, gravado por um comerciante, inicia já com o homem sob abordagem dos guardas próximo à viatura. Ele pede aos funcionários que o soltem para que possa pegar os documentos. Logo em seguida, um segundo homem aparece questionando a ação. “Solta ele! Vocês não são polícia (sic), não. Vocês não têm essa autoridade, não. Faz o favor”, seguido de um palavrão.

Após uma discussão, os dois guardas e os dois homens passam a trocar socos e chutes. Testemunhas ajudaram a apartar a briga.

A Prefeitura de Pindamonhangaba enfatizou que “o vídeo mostra uma pequena parte da ação”. O desentendimento teria começado quando a fiscalização e GCM (Guarda Civil Metropolitana) colocaram faixas para restringir aglomerações na região central da cidade. Após verificarem, por meio de câmeras do COI (Centro de Operação Integradas), que as faixas foram retiradas, os agentes voltaram ao local, momento em que teriam sido desacatados.

O Município informou que a situação se trata de ação decorrente do poder de polícia municipal e que qualquer irregularidade que venha ser constatada será apurada. Um dos homens envolvidos foi preso na rua Barão Homem de Melo e conduzido à delegacia para o boletim de ocorrência.

Denúncias e pontuação de moradores sobre ações dos agentes podem ser feitas por meio da Ouvidoria da GCM (Guarda Civil Metropolitana) pela plataforma 1Doc ou até mesmo pela delegacia mais próxima para conhecimento das autoridades.

Histórico – Essa não é a primeira vez que incidentes agressivos são relatados entre abordados e agentes da GCM. No final do último ano, a Prefeitura instaurou um processo administrativo para investigar a conduta de um guarda, que agrediu um homem na região central. A Guarda Civil Metropolitana de Pinda conta com 177 funcionários, que atuam sob o lema “servir e proteger”, com foco em serviços, bens e instalações municipais. Além de colaborar com a fiscalização de infrações de trânsito e apoio às ações de postura, os guardas podem ainda efetuar prisões em situações de flagrante delito.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?