Em ação inédita, Pinda recebe médicos do programa “Revalida’

Profissionais devem auxiliar atendimentos nas unidades de saúde; Município firma parceria com instituição de ensino

jjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjj
Reunião entre Isael Domingues e a equipe do Revalida para serviço de qualificação do atendimento municipal (Foto: Divulgação PMP)

Lucas Barbosa
Pindamonhangaba

Para apoiar a formação de novos médicos e reforçar o setor da saúde de Pindamonhangaba, o prefeito Isael Domingues (PR) firmou na última semana uma parceria com o Centro Universitário São Lucas que permitirá que profissionais formados no exterior atuem no município para revalidarem seus diplomas. Apesar de não poderem comandar os atendimentos, os clínicos serão autorizados a auxiliarem diversos procedimentos nas unidades públicas de saúde.

Criado pelo Governo Federal em 2011, o “Revalida” é um exame realizado anualmente para legitimar os diplomas médicos expedidos por universidades internacionais, averiguando se os formados possuem conhecimento teórico e prático para exercerem a profissão em território nacional.

Além de provas escritas em universidades federais, os candidatos são submetidos a um teste prático para comprovarem suas habilidades. O exame consiste em situações clínicas em que o médico precisa executar procedimentos como interpretação de exames, formulação de diagnósticos, atendimento e aconselhamento a pacientes e familiares.

Após serem aprovados nas duas etapas, os profissionais precisam realizar um curso de complementação, acompanhando a rotina de unidades públicas de saúde.

Autorizado a oferecer o curso de complementação, o Centro Universitário São Lucas, localizado em Caçapava, possui uma parceria com a Universidade Federal do Mato Grosso. Com a celebração do convênio entre a instituição privada e Pindamonhangaba, 26 médicos, que realizaram as etapas preliminares em Mato Grosso, serão encaminhados ao município no próximo dia 2.

Além da Santa Casa e Pronto Socorro, os profissionais acompanharão por um ano as rotinas de atendimentos na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do distrito de Moreira César, CIAF (Centro Integrado de Assistência à Família) e nas UBS’s (Unidades Básicas de Saúde) dos bairros Azeredo e Ipê 2.

Além de revelar sua expectativa positiva diante à ação inédita em Pinda, a secretária adjunta de Saúde, Marina Prado, explicou como funcionará a atuação dos membros do ‘Revalida’. “Mesmo não podendo comandar os atendimentos, estes profissionais ajudarão no acolhimento dos pacientes e auxílio na realização de exames e outros procedimentos básicos, sempre supervisionados pelos médicos titulares das unidades. Assim, teremos mais ‘braços’ para ajudarem nas unidades, contribuindo para uma maior agilidade e humanização dos atendimentos”

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?