Dito Bala, o dono dos exóticos protestos na Câmara de Pinda

Descontente com trabalho vereadores, líder comunitário já levou bolo, pizzas e bananas para manifestações contra medidas do Legislativo

Estrategicamente posicionado ao lado da mesa diretora da Câmara, Dito Bala faz um de seus protestos (Foto: Reprodução)
Estrategicamente posicionado ao lado da mesa diretora da Câmara, Dito Bala faz um de seus protestos (Foto: Reprodução)

Lucas Barbosa
Pindamonhangaba

Enquanto o tom de ataques e ódio dominou a corrida eleitoral entre candidatos, partidários e eleitores, há quem se manifeste com uma velha e infalível ferramenta: o humor. Este é o caso de Benedito José Miranda, o Dito Bala, 54 anos, presidente da Associação dos Moradores do Mombaça e autor de uma série de protestos que levaram bananas, bolo e pizzas para estampar o descontentamento da população com o cenário político municipal.

Desde o ano passado, a presença de Dito Bala nas sessões de Câmara transformou-se sinônimo de polêmica. Crítico ferrenho das atuações dos 11 vereadores do município, o ex-metalúrgico protagonizou diversos protestos surpreendentes no plenário.

O mais recente ocorreu durante a sessão do último dia 15, quando ele entrou com um caixão no local. Segundo o manifestante, além de simbolizar o sepultamento político dos parlamentares, o ato buscou conscientizar os eleitores sobre a necessidade realizarem uma reformulação na composição do Legislativo na próxima eleição municipal, que ocorrerá em 2020.

Outros protestos de Dito Bala que chamaram atenção ocorreram em fevereiro, quando ele distribuiu pedaços de pizza e bolo durante duas sessões. A ação criticava uma suposta demora dos vereadores na conclusão de três CEI’s (Comissão Especial de Inquérito) contra a atual gestão municipal.

Desta vez o protesto de Dito Bala veio com bananas, contra medidas de vereadores de Pinda (Foto: Reprodução)
Desta vez, o protesto de Dito Bala veio com bananas contra medidas de vereadores de Pinda (Foto: Reprodução)

Já em abril, o ex-metalúrgico levou diversas bananas simbolizando a falta de compromisso dos parlamentares com a população. “Os vereadores não estão empenhados em trabalhar para o desenvolvimento de Pindamonhangaba, mas sim em defender seus interesses próprios. Eles gastam muito tempo com requerimentos simples como limpeza de terrenos, ao invés de apresentarem projetos que ajudem nossa cidade crescer. Vou continuar fazendo meus protestos até que eles entendam que estão deixando muito a desejar”.

Na última semana, ele revelou que pretende realizar novas manifestações caso não haja uma mudança de postura por parte dos vereadores do município. Para fortalecer a fiscalização sobre os agentes públicos, Dito Bala busca uma maior integração entre as associações de bairros.
Crítico dos parlamentares, Dito Bala mostra apoio a gestão do prefeito Isael Domingues (PR), que para ele é prejudicada por intrigas políticas.

Sobre a atuação da sociedade, Dito contou que busca unir as associações de bairro de Pindamonhangaba para que elas possam desenvolver um trabalho fiscalizador ainda mais atuante em 2019. “Quem me conhece sabe que eu nunca tive pretensão de ser político, e que eu criticarei o prefeito e os vereadores sempre que merecem. Estou vendo que o Isael está bem-intencionado em resolver alguns problemas da cidade, mas ele está sendo barrado por conchaves políticos de pessoas que não se importam com o povo. Nós do Mombaça estamos unidos com as demais associações de bairro para evitar que Pinda continue sendo prejudicada por pessoas egoístas e incompetentes”.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?