Com 1.679 casos de dengue Pinda mantém combate ao Aedes aegypt

Um dos bairros com mais casos é o Araretama que recebeu aplicação de produto químico

Ação de combate a dengue em Pindamonhangaba; epidemia na cidade contaminou 1.679 pessoas (Foto: Reprodução PMP)

Bruna Silva
Pindamonhangaba

Pindamonhangaba reforçou as medidas de combate ao mosquito da dengue. De acordo com levantamento da secretaria de Saúde, a epidemia na cidade contaminou 1.679 pessoas, a pasta voltou a reforçar que os focos estão nos quintais das casas e pediu a colaboração da população.

Segundo dados da Prefeitura, o Araretama é uma das preocupações com relação aos casos confirmados, o que motivou uma operação de conscientização e combate à proliferação do mosquito, ainda em maio. A primeira etapa de abordagens aconteceu no Nova Esperança, o cronograma de visitas dos agentes de controle de vetores e comunitários deve seguir para outras áreas do bairro.

Além das visitas, também está sendo aplicado em locais mais críticos o controle químico através da aplicação de inseticida adequado nos quintais das residências. Todos os moradores recebem material informativo com orientações para se preparem para a ação; eles devem cobrir alimentos, água, roupas de cama ou toalhas de mesa, e também manter janelas e cortinas abertas para facilitar a entrada do produto. Os residentes e animais domésticos devem permanecer fora de casa durante a aplicação e retornar somente após 15 minutos da conclusão dos trabalhos.

A expectativa da Prefeitura é de atender duas mil residências no Araretama, após o térmico das ações a equipe será destinada para o Castolira. O fumacê também tem reforçado as atividades, fazendo o percurso à noite em localidades que possuem grande incidência de dengue.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?