Alegando motivos pessoais, secretário de Gabinete deixa governo de Isael,em Pinda

Vanone ocupava função deste o inicio do governo de Isael; diretor é “promovido” para o cargo

Ao lado do prefeito Isael Domingues (à esquerda), Vanone, que deixou o cargo no Gabinete; Rodrigo Lóssio (à direita), assume a pasta (Foto: Reprodução)
Ao lado de Isael Domingues (à esquerda), Vanone, que deixou o cargo no Gabinete; Rodrigo Lóssio (à direita), assume a pasta (Foto: Reprodução)

Lucas Barbosa
Pindamonhangaba

Após quase dois anos como secretário de Gabinete da Prefeitura de Pindamonhangaba, Fabiano Vanone protocolou seu pedido de desligamento do cargo no último dia 6. Alegando motivos pessoais para a decisão, Vanone publicou uma cópia de sua carta de demissão na noite da última terça-feira em seu perfil oficial na rede social Facebook.

Apesar de deixar o cargo, o ex-membro do Executivo frisou que continuará “trabalhando nos bastidores” para que o município conte com um maior apoio estadual e federal a partir de 2019.

Formado em Publicidade e Propaganda pela Unitau (Universidade de Taubaté) em 2001, Vanone tem uma carreira profissional voltada ao setor de relações governamentais.

Sua primeira experiência na área ocorreu entre abril de 2011 e junho de 2013 na secretaria do Meio Ambiente do Estado, onde exerceu a função de assessor de Relacionamento Institucional e de Projetos de Comunicação.

Já a partir julho de 2013, Vanone tornou-se assessor da diretoria executiva da Fundação Florestal do Estado. Neste período, ele atuou como membro de diversos conselhos regionais e estaduais ligados ao meio ambiente.

Após a vitória nas eleições de 2016, o prefeito de Pindamonhangaba, Isael Domingues (PR), convidou o publicitário para o cargo de secretário de Gabinete.

Apesar de atuar longe dos “holofotes”, Vanone teve seu nome envolvido em uma polêmica no fim de janeiro de 2017.
Após pedido do vereador Roderley Miotto (PSDB), a Câmara aprovou por   unanimidade a abertura de uma CEI (Comissão Especial de Inquérito) para apurar indícios de conduta incompatível com a moralidade pública por parte do secretário de Gabinete. À época, ele foi acusado de ser o autor de um áudio em que palavras de baixo calão foram utilizadas para criticar o município, população e a classe política. Após mais de um ano, a CEI foi arquivada depois de ser comprovada que a voz não era de Vanone.

Desde então, o membro do primeiro escalão do Executivo dedicou-se a dar continuidade ao trabalho de apoio à gestão municipal. “Saio pela porta da frente e de cabeça erguida, ciente que sempre fiz o meu melhor para o desenvolvimento de Pinda. Foi uma ótima experiência poder trabalhar do lado do Isael e, através de meus contatos políticos, farei questão de continuar fazendo o possível para que o município consiga ainda mais apoio estadual e federal no ano que vem”.

Sobre o seu futuro profissional, Vanone afirmou que está analisando algumas propostas e projetos.
Já na manhã da última sexta-feira foi publicada no jornal Tribuna do Norte a nomeação oficial de Rodrigo Lóssio como o novo secretário de Gabinete.
Ele, até a última sexta-feira desempenhava a função de diretor de Convênios e Captação de Recursos da Prefeitura de Pindamonhangaba.

Formado em processamento de dados e administração de empresas, Lóssio é pós graduado em MBA de Recursos Humanos. Na iniciativa privada trabalhou em empresas como a Unimed e Grupo Bandeirantes de Comunicação.

Na atual gestão municipal chegou a atuar no departamento de Tecnologia da Informação, antes de ocupar o cargo de direto de Captação de Recursos e Convênios.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?