Projeto de universitários ajuda jovens carentes em busca do ensino superior

Macvest planeja atender 160 alunos em Lorena; projeto é realizado por universitários da USP

Participantes do Macvest durante aulas de cursos preparatórios de pré-vestibular para jovens carentes (Foto: Divulgação)
Participantes do Macvest durante aulas de cursos preparatórios de pré-vestibular para jovens carentes (Foto: Divulgação)

Lucas Barbosa
Lorena

Há seis anos oferecendo gratuitamente cursos preparatórios de pré-vestibular para jovens carentes da região, os voluntários da Macvest (Marie Curie Vestibulares) contribuíram para que 12 alunos conseguissem ingressar no curso superior em 2018.

O projeto, desenvolvido por estudantes da USP-Lorena (Universidade de São Paulo), pretende atender 160 adolescentes até o fim do ano em Lorena.

Criado em fevereiro de 2012 por um grupo de alunos da EEL-USP (Escola de Engenharia de Lorena), o Macvest, que atualmente conta com 55 voluntários, busca oferecer as ferramentas necessárias para que jovens de baixa renda tenham melhores condições de concorrerem às vagas nas principais universidades e faculdades brasileiras.

Almejando transformar a vida dos adolescentes através da educação, o projeto conta com nove monitores e 26 professores que ministram aulas de preparatório a nível médio e fundamental para alunos que buscam aprovação em vestibulares e cursos técnicos. A iniciativa oferece ainda apoio psicológico, oficinas e rodas de debates sobre temas históricos e contemporâneos. Assim como as aulas, estas atividades são realizadas na Escola Municipal Profissionalizante Milton Ballerini, no Vila Buck, região central de Lorena.

Após oferecer o curso preparatório ao longo de 2017, o projeto conseguiu aprovar 12 alunos em instituições como USP, UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), Unifei (Universidade Federal de Itajubá), Ufscar (Universidade Federal de São Carlos),Unesp (Universidade Estadual Paulista), Unisal (Centro Universitário Salesiano de São Paulo) e Unifatea (Centro Universitário Teresa D’Ávila).

De acordo com o vice-presidente do Macvest e aluno do 4° ano de engenharia química da USP-Lorena, Vinicius Marcondes, 19 anos, o número de ingressantes deve subir até o fim de março. “Ainda estamos   aguardando mais aprovações, apurando os resultados das listas de espera que ‘rodam’ até mês que vem. Em relação aos nossos objetivos para 2018, queremos reduzir o índice de evasão de alunos para menos que 25% e subir as aprovações para 50%. Além disso, fornecer uma infraestrutura mais confortável para os alunos, buscando subsidiá-los com lanches durante o período de aulas e transporte coletivo para a escola”.

O voluntário revelou ainda o sentimento de fazer parte do projeto. “É uma mistura de sentimentos que transborda tanto que chega a ser inexplicável. Não existe dinheiro no mundo que preencha tanto do que a vida de uma   pessoa transformada, em ver o sonho de se conquistar uma vaga numa faculdade realizado. E todos os membros do Macvest compartilham dessa sensação”.

Um dos jovens que foi beneficiado pela ação voluntária foi o morador de Cachoeira Paulista, Luís Vinicius Cunha, 18 anos, que após participar do curso preparatório, conseguiu ser aprovado na USP, Unicamp, Unesp e ESA (Escola de Sargentos das Armas). “Assim que sai do ensino médio e pensei em fazer um cursinho, na mesma hora me veio em mente todas as despesas que teria e que não conseguiria arcar com elas. A solução estava nesse projeto, que apesar de não ter toda a estrutura de um particular, eles se dedicam para que tudo dê certo, conseguindo impactar positivamente na trajetória de vida dos alunos”.

Os interessados em conhecerem o Macvest ou buscarem informações sobre a formação das próximas turmas devem entrar em contato com os voluntários através da página do projeto na rede social Facebook.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>