Prefeitura de Lorena adota política de reaproveitamento de materiais

Antigos braços de energia são transformados em bicicletários e corrimões

Funcionários da garagem municipal trabalharam material reutilizado para criar novo bicicletário; cidade aposta em uso de recicláveis (Foto: Lucas Barbosa)
Funcionários da garagem municipal trabalharam material reutilizado para criar novo bicicletário; cidade aposta em uso de recicláveis (Foto: Lucas Barbosa)

Lucas Barbosa
Lorena

No trabalho que tenta economizar recursos públicos e preservar o meio ambiente, a Prefeitura de Lorena adotou uma política de reaproveitamento de materiais que foram descartados em serviços de manutenção no município. Ferros que eram utilizados como braços de postes de iluminação foram transformados em bicicletários e corrimões de pontes.

Com um investimento municipal de R$ 1,3 milhão, desde setembro do ano passado mais de dois mil pontos de luz foram substituídos na cidade. Os materiais antigos foram depositados na Garagem Municipal, onde funcionários da oficina decidiram no mês passado dar um destino diferente ao ferro acumulado. “Os servidores da nossa oficina de solda sugeriram que reaproveitássemos este material em prol do atendimento de alguma necessidade da população. Foi aí que tivemos a ideia de confeccionarmos bicicletários. Ao todo já foram feitos objetos que tem a capacidade de guardarem mais de cem bicicletas”, explicou o secretário de Serviços Municipais, Nelson Bittencourt.

O chefe da pasta explicou que parte dos bicicletários foi instalada no Mercado Municipal e no Velório Municipal, que em breve receberá mais equipamentos, assim como a praça Arnolfo de Azevedo.

Já os corrimões, foram colocados na ponte da rua Padre João Reunadin, em frente ao Corpo dos Bombeiros, no Olaria. “É difícil estipular a economia que esta iniciativa garantiu ao Município, mas certamente é um valor considerável. Manteremos esta política de reaproveitamento de materiais, buscando a estender para outras ações”.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?