Mercadão de Lorena tem 99% dos boxes preenchidos com novo pregão

Dos quarenta boxes do Mercadão, 39 foram ocupados com serviços como hortifrúti, restaurante e o “Caixa Aqui”

Dono de um hortifrúti há dois meses no Mercado Municipal, Marcos é um dos pequenos empresários que apostam num maior movimento para o próximo ano (Foto: Jéssica Dias)
Dono de um hortifrúti há dois meses, Marcos é um dos empresários que apostam num maior movimento (Foto: Jéssica Dias)

Jéssica Dias
Lorena

A Prefeitura de Lorena anunciou que está prestes a atingir 100% de ocupação dos boxes Mercado Municipal. O último processo licitatório para concessão foi realizado na última quinta-feira. Foram preenchidos 9 dos 10 boxes disponíveis, totalizando 39 boxes leiloados.

O lorenense de 59 anos, Marcos Rodrigues é dono de um espaço no Mercadão há quase dois meses. Ele montou um hortifruti. “Sempre mexi com roça, chácara, sempre gostei disso, já fui feirante, antes de aposentar, mesmo quando trabalhava, todos os sábados fazia feira”, contou.

Atualmente, quem visita o Mercadão encontra disponíveis serviços como mercearias, restaurante, hortifrúti (frutas, verduras, ervas, orquidário, atacadão de ovos), bolo, sorvete caseiro, frios e laticínios. Também na área de estética estão disponíveis manicure, pedicure, estética facial e barbeiro. Prestadores de serviço na área de informática, eventos, artigos gráficos, personalizações, agências bancarias como o “Caixa Aqui” um ponto de atendimento conectado em tempo real com a Caixa Econômica Federal. A agência é habilitada a prestar serviços como abertura de conta corrente e cheque especial, fazer propostas de cartão de crédito, empréstimos em consignação e financiamentos imobiliários.

O diretor do Mercado Municipal, Donizete Rosa, contou sobre a expectativa para o próximo ano. “Eu acho que a partir de 2018 tenho quase certeza que o Mercadão vai dar um deslanche, até porque aqui é o único mercado diferente no estado de São Paulo. É o que agrega tanto órgãos públicos quanto o mercado em sim. Agora com esse preenchimento de quase 100% vai estar dentro da nossa expectativa, esperamos superar a expectativa ano que vem”.

Para Marcos Rodrigues o movimento está “meio devagar”, mas espera-se uma melhora com o novo preenchimento dos boxes. “Eu acredito que agora melhora, tem muita gente que não conhece aqui ainda, o próprio lorenense não conhece”.

Ex-funcionária pública, atualmente dona de um brechó em um espaço do Mercadão, Fabiane Santos e sua sócia, assim como o feirante, estão há dois meses no local. O objetivo de trazer o investimento ao mercado foi em questão de querer mudar a visão das pessoas sobre brechó. “O povo acha que brechó é coisa velha, rasgada, suja, mas aqui nós temos produtos de qualidade, roupas seminovas. A gente procura trazer artigos retro mas ao mesmo tempo atualizado”, contou a empresária.

O centro comercial tem apenas um boxe para ser arrematado. De acordo com o diretor, será preenchido pela área de estética corporal e já tem quatro candidatos para o próximo processo. “Já está praticamente vendido, só vou ter que leiloar de novo, quero ver se fecho em novembro”, contou. Para o pregão referente ao último boxe, a Prefeitura manteve o benefício para a negociação, com três meses de isenção e alugueis com 50% de desconto (R$ 17,50 o metro quadrado).

Para novembro, o Mercadão vai contar com uma agenda recheada de eventos. Neste sábado será a final do concurso de Karaokê com 35 participantes. No próximo dia 18, uma ação social do bem estar com a vice-prefeita Marietta Bartelega (PMDB). Já no segundo domingo de dezembro será realizado o segundo Festival de Música Sertaneja. De acordo com o diretor, ainda não foram definidas as atividades para o período de Natal. O tema será debatido em reunião no próximo dia 6.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?