Lorena retira calabresa imprópria para o consumo de cesta básica estadual

Prefeitura retoma distribuição à 918 famílias carentes sem a linguiça e Estado garante substituição do mantimento

Servidores preparando as cestas básicas para a distribuição em Lorena (Foto: Reprodução PML)

Rafaela Lourenço
Lorena

Após constatar que um dos itens nas cestas básicas enviadas pelo programa “Alimento Solidário”, do Governo do Estado, estava comprometido, a Prefeitura de Lorena suspendeu as entregas que tem como foco famílias carentes. Linguiças calabresas foram descobertas em más condições. A distribuição de 918 cestas foram retomadas nesta sexta-feira (31). Já o Estado se comprometeu a substituir o mantimento.

As cestas, enviadas para todo o estado de São Paulo, chegaram em Lorena no dia 24 de julho. Ao todo, foram 1.162 unidades para atender famílias cadastradas no CadÚnico. A entrega teve início na última terça-feira (28), e foi suspensa para a retirada da linguiça.

De acordo com a nota divulgada pelo Executivo, o alimento está dentro do prazo de validade, mas apresentou características impróprias para o consumo como na textura, odor e aspecto comprometido. Até a manhã desta sexta-feira, haviam sido entregues 244 cestas. Seguindo as orientações da Vigilância Sanitária, a secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social retirou o item das outras 918.

As linguiças separadas estão sendo recolhidas pela empresa Eppo Saneamento Ambiental e Obras, nesta sexta-feira, até às 15h30, no Mercado Municipal, para o descarte correto no aterro sanitário de Cachoeira Paulista.

Segundo a secretaria de Comunicação, o Município entrou em contato com o Estado, responsável pelo programa e a devolutiva será a substituição do alimento. Ainda não há uma data prevista para o recebimento, mas a expectativa é de que a nova remessa seja enviada na próxima semana.
A Prefeitura destacou ainda que a distribuição será realizada normalmente nesta sexta-feira e que na próxima segunda-feira será feito um balanço para retomada das entregas na terça-feira (4).

A reportagem do Jornal Atos entrou em contato com o setor de imprensa do governo estadual, que confirmou a substituição das linguiças a partir da próxima segunda-feira. A assessoria destacou ainda que problemas com este, estão previstos no programa e que ao constatá-los as prefeituras devem informar, oficialmente o Estado para uma análise e reenvio do mantimento.

Ainda de acordo com o setor, até o momento não há outras queixas na RMVale (Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte) sobre a qualidade das cestas básicas.

 

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?