Lorena reduz 33% em multas aplicadas

Semana Nacional do Trânsito tem ações de orientação; com cerca de 70 mil bicicletas, Prefeitura anuncia quatro ciclovias para ligar bairros ao centro da cidade

Amarelinhos Lorena (2)
Agente de trânsito (amarelinho) interdita cruzamento na Vila Geny para reparos da Prefeitura (Foto: PML)

Da Redação
Lorena

Depois de mudanças e críticas, a secretaria de Trânsito de Lorena conseguiu apresentar números positivos da fiscalização nas ruas. O serviço reduziu o número de multas entre julho e agosto para um terço do total do levantamento anterior, reflexos, de acordo com a pasta, da conscientização do motorista na cidade.

A correria do dia a dia agregada à comodidade e agilidade proporcionados por um veículo próprio aumentam o fluxo pelas ruas de todo o País. Com isso, surge a necessidade de reforçar os cuidados no trânsito, não só com relação à sinalização e a outros motoristas, mas também com os ciclistas e pedestres.

Em todo o Brasil, ações de conscientização e orientação estão sendo realizadas devido à Semana Nacional do Trânsito estabelecida pelo Código de Trânsito Brasileiro.

Criticada pela população de Lorena, onde chega a ser apontada como “fábrica de multas”, a secretaria de Trânsito e Transportes tenta mostrar que as medidas podem acarretar em bons resultados.

“Estamos procurando autuar somente os casos em que seja rigorosamente necessário, ou seja, infrações como estacionar em local proibido, desrespeitar faixa de pedestre, ultrapassar sinal vermelho ou vaga de pessoa com deficiência, atuando mais operacionalmente em locais de maior congestionamento, em particular na área central, e tornando mais visível a presença dos agentes de trânsito nas ruas”, contou o secretário responsável pela pasta, Jaime Silva.

graficoDe 1º de julho a 31 de agosto deste ano foram aplicadas na cidade 625 multas, o que corresponde a 1/3 do aplicado no mesmo período de 2012. Atualmente, as infrações mais cometidas em Lorena têm relação com a falta do uso do cinto de segurança, equivalente a 23,68% do total de multas aplicadas; transitar pela contramão (15,04%) e dirigir o veículo utilizando telefone celular (15,04%).

Outra orientação que faz parte desta semana é com relação aos deveres dos pedestres. Segundo o CTB, uma série de normas devem ser seguidas por quem circula a pé, caso sejam descumpridas, uma multa de R$ 26,60 deve ser aplicada. Mas como a lei não foi regulamentada, não existe um procedimento para que a penalidade seja aplicada.

Para Silva, o pedestre precisa utilizar os locais indicados. “As faixas de pedestres são as áreas de segurança e eles devem procurar fazer as travessias nas vias nesses locais destinados ao pedestre. Deve também obedecer à sinalização dos agentes de trânsito quando em operação nos locais, porque a sinalização é para ele também”, frisou.

Ciclovias – Com cerca de 70 mil bicicletas existentes na cidade, que tem uma estimativa de 87.178 habitantes em 2015, a secretaria de Trânsito e Transportes afirmou que existem quatro ciclovias projetadas para o município, sendo que uma delas deve ser entregue entre os meses de dezembro e janeiro.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?