Lorena inicia revitalização da Peixoto de Castro

Investimento de R$ 2,6 milhões de recursos próprios garante pavimentação e drenagem de águas pluviais; obra foca ciclistas e meio ambiente

Início dos trabalhos na Peixoto de Castro; obra recupera principal acesso de Lorena (Foto: Rafaela Lourenço)

Rafaela Lourenço
Lorena
As obras de revitalização da avenida Dr. Peixoto de Castro, em Lorena, iniciaram nesta terça-feira (30). Com um investimento superior a R$ 2 milhões, o principal acesso ao município contará com serviços como o de pavimentação, ciclovia, iluminação em LED e replantio de árvores.
Orçada em R$ 2.604.820,48, a polêmica reforma que tentou ser barrada por vereadores será feita por blocos de aproximadamente 100 metros, com interdição parcial no trânsito.

Segundo o secretário de Trânsito e Transportes, Norival de Sousa Junior, neste primeiro dia de obras, as equipes da empresa vencedora da licitação, a J.B. do Nascimento iniciaram a preparação do canteiro central para a instalação da ciclofaixa e o corte de árvores, previsto no projeto.
A obra consistirá em ciclovias bidirecionais com 2,2m de largura, oito pontos de ônibus, instalação de cinco semáforos em ruas paralelas, drenagem subterrânea e replantio de 47 árvores. Uma das principais mudanças estruturais da avenida será a captação de águas pluviais com a implantação de tubos de 1000 mm para drenagem subterrânea, nas esquinas das ruas Gonçalves Dias e Expedicionário Genésio Valentim Corrêa, e um “sarjetão” (canal de seção triangular em pontos baixos ou nos encontros dos leitos viários) na rua Carlos Gomes.
Sousa destacou que a interdição parcial na saída e entrada para a rodovia Presidente Dutra foi encerrada às 17h com a finalização dos trabalhos e retornará às 7h desta quarta-feira. A medida será de meia pista no trecho final da avenida, sentido Centro – Dutra e no trecho inicial sentido Dutra – Centro. Os agentes de trânsito estão orientando os motoristas sobre as alterações que também contam com um desvio de acesso às ruas Osvaldo Aranha, Madame Curie e Amélia Pereira. “Pra quem conhece a cidade, se houver interesse em acessar o Centro, a via com melhor trafegabilidade é a avenida Carrolton emendando com a Thomas Alves Figueiredo”, explicou o secretário ao pedir a compreensão da população. “Pedimos para que todos redobrem a atenção, que tenham paciência, pois eles mesmos irão usufruir desta melhor estrutura e avanço da cidade, mais para frente”.
A previsão para o término das obras é de quatro meses.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?