Lorena é a primeira cidade a informatizar sistema de atendimento em unidades de Saúde na região

Parceria com o Governo Federal inclui prontuário eletrônico e utilização de tablets para atendimento residencial

Evento na Casa da Cultura de Lorena, que marcou a entrega dos tablets para a rede municipal de saúde (Foto: Rafaela Lourenço)
Evento na Casa da Cultura de Lorena, que marcou a entrega dos tablets para a rede municipal de saúde (Foto: Rafaela Lourenço)

Rafaela Lourenço
Lorena

A Prefeitura de Lorena avançou mais um passo na informatização da Saúde municipal. Com um investimento de aproximadamente R$ 111 mil, através de uma parceria com o Ministério da Saúde, os agentes comunitários das ESF’s (Estratégia Saúde da Família) receberam 65 tablets para o atendimento em domicílio. A cidade é pioneira na região em implantar o serviço.

Os materiais foram entregues na última sexta-feira, e as equipes da Saúde da Família seguem atuando nas ruas com o novo equipamento, que entrou no lugar das tradicionais pranchetas. Com o tablet e o E-sus (aplicativo do Ministério da Saúde), o prontuário e todo o histórico como consultas e exames do paciente estarão no sistema.

A secretária de Saúde, Imaculada Conceição, destacou que de Taubaté à Bananal, Lorena é a única cidade a utilizar o programa, que agiliza os atendimentos às famílias, além da praticidade com as anotações e o repasse dos conteúdos.

Os agentes agora têm acesso remoto à base de dados da secretaria, atualizando em tempo real o histórico das famílias. “Todas as observações e as necessidades eram anotadas em papel, levadas para o posto e escrito tudo novamente. Tínhamos a documentação, mas não de fácil acesso, e com essa integração, todas as informações estarão disponíveis no sistema, seja em Lorena ou em outra cidade de outro estado”.

Para o prefeito Fábio Marcondes (PSDB), o sistema de base nacional é um grande avanço tecnológico que aumenta a referência da cidade e otimiza os serviços. “Optamos primeiro pelo programa. O software do Governo Federal é ágil, eficiente e sem custo algum. Agora precisamos da retaguarda dos equipamentos, então estamos investindo e implantando todo o sistema que o ministério oferece”, salientou.

Investimentos – O município já investiu cerca de R$400 mil na informatização da Saúde, o que inclui a reestruturação de equipamentos eletrônicos, a aquisição de cinquenta notebooks e 18 novos computadores, além da instalação de internet via fibra óptica e a implantação do Sisreg (Sistema Nacional de Regulação).

Imaculada reforçou que o sistema piloto de prontuário eletrônico, o Sisreg,  regula toda a atenção especializada como consultas, exames, receita digitada e impressa, e está disponível em seis UBS’s (Unidade Básica de Saúde) das 17 existentes no município. As unidades atendidas são Vila Brito, São Roque, Vila dos Comerciários 1 e 2, Santo Antônio e Horto Florestal. Na próxima semana, o posto da Ponte Nova também receberá o sistema. “Acreditamos que em sessenta dias atingiremos 80% das unidades, porque ainda tem unidade recebendo equipamentos de licitação para informatizá-las”, frisou.

Para os próximos meses será aberta uma nova licitação para a compra dos equipamentos para completar a informatização da Saúde de Lorena.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>