Encontro debate divisão de verbas do Hospital Universitário para santas casas

Depois de municipalização, região cobra mais recursos com apoio parlamentar; municípios esperam Doria por R$ 2 milhões do Estado

Reunião na Unifatea, que contou com o deputado Eduardo Cury, que ouviu pedidos por reforço na saúde (Foto: Divulgação)
Reunião na Unifatea, que contou com o deputado Eduardo Cury, que ouviu pedidos por reforço na saúde (Foto: Divulgação)

Da Redação
Região

Com uma série de exemplos da crise enfrentada pelas santas casas, a região tem recebido reuniões com representantes da Assembleia Legislativa e Câmara dos Deputados para debater saídas para as falhas no atendimento. Proposta comum, a criação de um hospital regional é alvo de projetos, como o que foi apresentado em Lorena, durante passagem do deputado federal Eduardo Cury (PSDB).

Prefeitos e vereadores se uniram na tentativa de convencerem o Governo do Estado a ceder para as unidades parte do recurso que era destinado ao Hospital Universitário de Taubaté, que teve sua gestão municipalizada no último dia 1. Contando com o apoio de Cury, os municípios da RMVale (Região Metropolitana do Vale do Paraíba) almejam captar e dividir R$ 2 milhões.

Nos últimos anos, transformou-se rotina pacientes enfrentarem transtornos     na busca por atendimentos nas santas casas da região, que esbarram em suas limitações econômicas e estruturais.

Em busca de recursos, representantes de secretarias municipais de Saúde e de santas casas conseguiram mobilizar uma “coalizão” de vereadores e prefeitos na tentativa de sensibilizarem o governador João Doria (PSDB) a ceder metade do repasse (R$ 2 milhões) que era destinado mensalmente ao HU Taubaté, que ao todo recebia R$ 4 milhões.

Devido à decisão do prefeito de Taubaté, Ortiz Junior (PSDB), em assumir a gestão do Hospital Universitário, que anteriormente era comandando pelo Estado, caberá ao município arcar com as despesas. Devido à mudança, a secretaria de Saúde Estadual informou que o valor do repasse governamental à unidade cairá de R$ 4 milhões para R$ 2 milhões.

Para traçarem um planejamento estratégico para captarem o “recurso excedente”, a coalização se reuniu no último dia 26 no Unifatea (Centro Universitário Teresa D’Ávila), em Lorena.

Além de Cury e da vice-prefeita de Aparecida, Dina Maria Pereira (PDT), o encontro contou com a presença dos prefeitos de Lorena, Fábio Marcondes (sem partido) e de Areias, Paulo Henrique Coutinho (PSDB).

Também participaram os diretores das santas casas de Lorena, Dario Costa, e de Aparecida, Frei Bartolomeu Schultz. Estiveram presentes também vereadores de Arapeí, Areias, Cachoeira Paulista, Cunha, Piquete, Silveiras, São José do Barreiro e Lorena.
Durante o encontro também foi discutida a necessidade da construção de um Hospital Regional que atenda os quase 450 mil moradores da região três da RMVale, que atualmente precisam recorrer à unidade de Taubaté em busca de atendimento.

Representando a Câmara de Lorena no evento, o vereador Bruno Camargo (MDB) explicou que após ouvir os pedidos, Cury comprometeu-se a solicitar diretamente ao governador a destinação do antigo recurso do Hospital Universitário de Taubaté para as santas casas da região.

Após consenso entre os municípios foi decidido que a partilha beneficiaria as unidades das cidades de Aparecida (R$ 230 mil), Bananal (R$ 40 mil), Cunha (R$ 40 mil), Cruzeiro (R$ 500 mil). “Conversei novamente com o   deputado federal Eduardo Cury, na última terça-feira, que ressaltou que se reunirá na próxima semana com o governador para acertarem todos os detalhes desta questão. Nossa expectativa é que esta mobilização surta efeito, garantindo esta importante ajuda para os hospitais da nossa região”, ressaltou Camargo.
A expectativa da coalizão é que a decisão do Governo do Estado seja anunciada até o fim da primeira quinzena de maio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

× Como posso te ajudar?