Com apoio estadual, Lorena avança em processo de recuperação do Rio Taboão

Aprovação garante recurso de R$ 433 mil ao município; medida prevê reflorestamento de espécies nativas

Lucas Barbosa
Lorena

Brincadeiras e educação ecológica, uma parceria que tem feito sucesso no parque; cidade investe para recuperar rio que dá nome ao local (Foto: Divulgação PML)
Brincadeiras e educação ecológica, uma parceria que tem feito sucesso no parque (Foto: Divulgação PML)

Após ter um projeto de gestão e ambiental aprovado pelo Governo do Estado, Lorena foi contemplada na última semana com um recurso de R$ 433 mil para a recuperação das sete nascentes do Rio Taboão. Com uma contrapartida municipal de R$ 126 mil, a ação consiste no plantio de quase vinte mil mudas de espécies de árvores e plantas nativas da região.

No último dia 17, o prefeito de Lorena, Fábio Marcondes (sem partido), e o secretário de Meio Ambiente, Willinilton Portugal, participaram de uma reunião com representantes da secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do Estado em São Paulo.

Durante o encontro, o chefe do Executivo assinou o contrato com a Fehidro (Fundo Estadual de Recursos Hídricos) que garantirá a liberação do recurso estadual para a recomposição das nascentes do Rio Taboão.

As medidas para o reflorestamento do local estavam previstas em um projeto elaborado por Lorena e que foi apresentado ao CBH-SP (Comitê das Bacias Hidrográficas do Rio Paraíba do Sul), em 2016.

Para o secretário de Meio Ambiente, um fator que contribuiu para que a cidade fosse contemplada com a verba estadual foi a qualidade do trabalho desenvolvido pela Prefeitura na gestão do Parque Ecológico do Taboão.

Localizado em uma área de quase duzentos hectares, cedida ao município pelo DAEE (Departamento de Águas e Energia Elétrica), em 2014, o parque, além de atividades de lazer, sedia desde 2016 projetos de pesquisas universitárias e oficinas de educação ambiental oferecidas a alunos da rede pública de ensino. “O modelo de gestão do Parque Ecológico é considerado referência regional, servindo para que diversas outras cidades se espelhem em Lorena. Além das ações de educação ambiental e pesquisa, desenvolvemos um trabalho sério de combate ao desmatamento, caça e pescas na região. Agora, para fechar com ‘chave de ouro’, conseguiremos recuperar as nascentes do Rio Taboão”, comemorou Portugal.

Além de apontar a situação preocupante da área deixada pelas antigas gestões municipais, o chefe da pasta revelou ainda quais serão os próximos passos da ação de recuperação do local. “Quando chegamos, nos   deparamos com o solo em um estágio problemático devido as queimadas, uma mata explorada e as nascentes prejudicadas. Nossa expectativa é que no próximo trimestre seja concluído o processo licitatório para a contratação da empresa que realizará o reflorestamento. Esperamos que estas medidas de recuperação, surtam um efeito positivo nas nascentes em até quarenta meses, contribuindo na recomposição da bacia hidrográfica do Rio Paraíba”.

Educação – Segundo a Prefeitura, o projeto também prevê a realização de diversas oficinas de educação ambiental no Parque Ecológico do Taboão.

Durante o ano serão oferecidas atividades de conscientização e aulas técnicas como de preparação de solo e plantio para cem alunos da rede municipal de ensino.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>