Com 54% dos imóveis irregulares, Lorena debate georreferenciamento

Mapeamento aponta que edificações foram ampliadas mesmo sem aval municipal; Prefeitura organiza reunião pública para debater estudo

Casas entre os bairros Vila Geny e Jardim Margarida, em Lorena (Foto: Arquivo Atos)
Casas entre os bairros Vila Geny e Jardim Margarida, em Lorena (Foto: Arquivo Atos)

Lucas Barbosa
Lorena

Com aproximadamente 17 mil imóveis irregulares junto ao cadastro imobiliário de Lorena, a Prefeitura promove, na tarde desta quinta-feira, uma reunião pública para explicar os detalhes do trabalho de georreferenciamento realizado no início do ano. O mapeamento flagrou que 54% das edificações foram ampliadas sem que o Executivo fosse informado, prejudicando a cobrança do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano).

Marcada para as 18h30, na Casa de Cultura, a reunião será ministrada pelo representante da Mitra Sistemas, Vanderlei Evangelista Júnior, responsável pelo trabalho de georreferenciamento realizado no município.

De janeiro a maio, a empresa utilizou um avião, autorizado pela Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), para fotografar todos os imóveis da cidade. Através dos registros, uma equipe técnica realizou a medição das propriedades, na sequência confrontando os dados com as medidas descritas na documentação dos imóveis. Após a comparação, a empresa descobriu que mais da metade das edificações foram ampliadas sem o aval da Prefeitura, consequentemente afetando a arrecadação do IPTU. “O georreferenciamento é uma importante ferramenta na busca pela regularização e justiça tributária de Lorena. Esse processo de modernização no cadastro de imóveis, que também ocorre em outras cidades paulistas, atende uma recomendação do Tribunal de Contas do Estado”, explicou o secretário de Administração, Daniel Malerba.

O chefe da pasta ressaltou ainda a importância da participação popular na reunião que detalhará o georreferenciamento e seus efeitos. “Essa explanação do representante da Mitra possibilitará que a população   conheça cada etapa do levantamento. Além disso, o encontro será uma ótima oportunidade para que a população tire todas suas dúvidas”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>