Cachorro tem parte de pata decepada a golpes de facão em Lorena

Crimes contra animais voltam a causar revolta na cidade; UPA pede ajuda da população para identificar agressor

Funcionários da clínica SOS Animal fazem atendimento ao cachorro que teve a pata decepada em Lorena; criminosos ainda não foram encontrados (Foto: Colaboração)
Funcionários da clínica SOS Animal fazem atendimento ao cachorro que teve a pata decepada em Lorena; criminosos ainda não foram encontrados (Foto: Colaboração)

Lucas Barbosa
Lorena

O crime praticado contra um cão neste domingo (8) causou comoção nas redes sociais e revoltou os moradores de Lorena. O animal teve parte de uma das patas decepada a golpes de facão, mas acabou socorrido. Os envolvidos ainda não foram identificados.

De acordo com a presidente da UPA-Lorena (União Protetora dos Animais), Paola Giordani, na tarde do último domingo um cão de rua, que vive na região do Santo Antônio, foi capturado e levado para um determinado ponto do bairro, onde teve parte da pata dianteira direita decepada.

O animal, já sem o membro, e com um forte sangramento, foi encontrado por populares, que acionaram a UPA. A presidente da entidade acredita que a ação contou com mais de um agressor. “O cãozinho estava com marcas de que seguraram ele com força enquanto cortavam a patinha. É impossível que ninguém tenha ouvido o desespero animal enquanto faziam essa barbaridade. Não dá para entender o que leva alguém a fazer uma maldade dessas”, questionou Paola.

Após ser resgatado, o cachorro foi levado à Clínica SOS Animal, onde recebeu os primeiros socorros. O animal foi medicado e passou por diversos exames. A expectativa dos veterinários é de que até o final desta segunda-feira (9) o cão esteja pronto para ser submetido à uma operação para a retirada do resto da pata ferida.

Segundo Paola, até o momento não foram identificados os autores do crime. “Vamos registrar um boletim de ocorrência nas próximas horas para que o caso seja apurado. Contamos com a ajuda da população, para que o autor dessa atrocidade seja denunciado e pague por esse absurdo”.

A presidente da Upa revelou ainda que a suspeita é de que o crime tenha sido praticado por vingança, já que existem relatos de que o cão costuma correr atrás de ciclistas que transitam pelo Santo Antônio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>