Velhos conhecidos e novas caras: corrida pelo Câmara e Assembleia tem 36 nomes da região

Vale do Paraíba conta com 136 candidaturas, que vão de ex-prefeitos e deputados a empresários; visitas e “casamentos eleitorais” fomentam cenário durante campanha mais curta para eleição

Na saída de zona eleitoral, papeis jogadores no chão, o famoso "santinho político", em 2018, eleitores são disputados por 136 nomes no Vale (Arquivo Atos)
Na saída de zona eleitoral, o famoso “santinho político”, em 2018, eleitores são disputados por 136 nomes no Vale (Arquivo Atos)

Leandro Oliveira
Região

A corrida eleitoral tomou forma após o início da propaganda gratuita na TV e no rádio, mas antes disso, os candidatos já podiam pedir votos através de publicações na internet, redes sociais e em ações de ‘corpo a corpo’.

Nos primeiros dias, o contato na região foi marcado pelas visitas de políticos de outros pontos do estado. O cenário de candidaturas vale-paraibanas está bem dividido.

Guaratinguetá lidera o número de indicados à Câmara dos Deputados, enquanto Cruzeiro, aparece com mais indicações à Assembleia Legislativa.

Entre os candidatos da região, três nomes compõem as primeiras posições da lista de maiores patrimônios declarados. Ex-prefeito de Pindamonhangaba, Vito Ardito Lerário (PP), informou ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) ter bens acumulados em R$20,9 milhões. Abaixo do pindense, aparecem Marcelo Ortiz (PODE), que tem base eleitoral em Guaratinguetá e declarou R$ 8,4 milhões e a empresária lorenense e primeira dama de São Sebastião, Michelli Veneziani (PSDB), com R$ 5,4 milhões.

Ortiz encontrará cenário rachado em Guaratinguetá, cidade que ajudou a elegê-lo deputado federal por duas ocasiões. O município conta com as candidaturas de Dr. João Carlos (PT), Enéas Pasin (PSL), Dr. Rogério Barbosa (PR) e Bruno Santos (PSDB). Flavinho da Canção Nova após mudar de partido (PSC), desistiu de sua candidatura à reeleição.

Situação parecida é registrada em Pindmonhangaba e Cruzeiro. Na primeira, estão na disputa à Câmara dos Deputados os candidatos Rafael Goffi (PSDB), Andreia Campos Sales (PV), Higor Cauê (PSOL) e Gislene Cardoso (DEM). O município ainda conta com os presidenciáveis Ciro Gomes (PDT) e Geraldo Alckmin (PSDB), ambos naturais de Pindamonhangaba.

Em Cruzeiro a ex-prefeita Ana Karin (PRB), o vice-prefeito Dr. Davi (PV) e José Antônio (PT) dividem espaço. Em Lorena, a disputa para a Câmara Federal será menos acirrada. Estão no pleito os candidatos Tenente Coronel Nusque (PSL), e o professor Fernando Borges (PSOL). Outro candidato nascido na cidade é o médico Claudio Miranda (PRP).

Em Cachoeira Paulista, o candidato é João Bosco Torrada (PROS). Carlos Ávila (SD), de Piquete, fecha a lista. A tendência é de que os candidatos dos três munícipios busquem votos nas cidades vizinhas.

No cenário estadual, o leque de candidatos à Assembleia Legislativa de São Paulo é mais extenso. Ao contrário do que acontece no cenário federal, o número de candidatos a deputado estadual é maior em Cruzeiro. O município tem seis candidatos, entre eles, Diego Miranda (SD), natural de Cachoeira Paulista, mas com base eleitoral em Cruzeiro. Além dele, estão no páreo Juarez Juvêncio (PSC), Wagneriano de Lima Moreira, o Fafá (PRTB), Roseli Ferreira (PRTB), Renato Fonseca (Patriota) e Carlinhos da Stock Car (PHS).

O vice-prefeito de Guaratinguetá, Régis Yasumura (PSB), é um dos quatro indicados à Alesp pelo município, e dividirá as atenções com Sandra Almeida (PSDB), Roberto Pimentel (Patriota) e Professor José (PDT). Em Pindamonhangaba também são quatro na disputa, Tião do Leite (PROS), Herivelto Vela (PT), Fábio Duarte (PSL) e Vito Ardito (PP).

O ex-secretário de Cultura de Lorena, Roberto Bastos ‘Totô’ (PROS), a empresária Michelli Veneziani (PSDB) e Hernando Mauro Diógenes (PV) confirmaram candidatura. Natural de Lorena, mas com base eleitoral em Piquete, Rominho Eventos (PC do B) também está na disputa. Jofre Neto (PSB) e Fabiano Bicudo (PROS) confirmaram candidatura. Ambos são naturais de Cachoeira Paulista.

Segundo o TSE, a Região Metropolitana do Vale do Paraíba tem 136 candidatos para a Câmara dos Deputados e Assembleia Legislativa. Desse total, 36 nomes estão no eixo entre Pindamonhangaba e Cruzeiro. São José dos Campos, Taubaté e Jacareí concentram a maior quantidade de postulantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>