Única empresa presente em processo, Oceano caminha para seguir no comando do TUG

Detentora de parte das linhas não tem concorrentes, após desistência de quatro empresas em Guará

Ademar dos Santos, durante abertura de envelopes, ao lado da proprietária da Oceano Edna Abdala (Foto: Leandro Oliveira)
Ademar dos Santos, durante abertura de envelopes, ao lado da proprietária da Oceano Edna Abdala (Foto: Leandro Oliveira)

Leandro Oliveira
Guaratinguetá

Atual gestora do TUG (Transporte Urbano de Guaratinguetá), a empresa Rodoviário Oceano deve ser confirmada no início de março para seguir à frente do serviço. Das cinco empresas que fizeram a retirada do edital de licitação e realizaram visitas técnicas ao município, ela foi a única a comparecer à abertura dos envelopes. As concorrentes foram excluídas da licitação após o não comparecimento à abertura das propostas.

As empresas Viação na Montanha Ltda, Expresso Viação Ltda, Atlântico e Turismo Ltda e Turismo São José Ltda (que também atua em Guaratinguetá) deveriam participar no último dia de certame (15), mas a presença de profissionais ligados apenas à empresa Oceano chamou a atenção de secretários e membros do Sindicato dos Condutores que estiveram presentes no gabinete da Prefeitura.

A documentação apresentada pela Oceano foi aprovada em análise e o prazo previsto de conclusão é de uma semana. O chefe do setor de licitações da Prefeitura de Guaratinguetá, Ademar dos Santos, confirmou que o anúncio oficial da vencedora do certame deve ocorrer só no começo de março. “Concluído o trabalho da comissão, será emitido um parecer quanto a classificação da única empresa que segue na licitação. Feito isso, será publicado o resultado classificatório ou desclassificatório, dependendo dessa avaliação”, esclareceu.

Além de Ademar, estiveram presentes os representantes da secretaria de Segurança Pública e Mobilidade Urbana de Guaratinguetá. O secretário, Marco Antônio “Major” de Oliveira se mostrou surpreso com a ausência das demais empresas, após as mesmas terem feito todos os procedimentos necessários para participarem do certame. “A princípio, cinco empresas retiraram todo o processo, fizeram as visitas técnicas e hoje (15) compareceu apenas uma empresa. Demos continuidade ao processo licitatório, verificamos a capacidade técnica e documental. Agora inicia-se outro procedimento, que é a avaliação complementar por parte da própria secretaria. Nossa expectativa é para que o quanto antes, dentro dos prazos legais, tenhamos a celebração do contrato, para que tenhamos um transporte de qualidade”, concluiu.

Melhorias – As principais queixas dos usuários do TUG estão relacionadas à qualidade dos ônibus, falta de acessibilidade em toda a frota de carros e as condições precárias de pontos para paradas. Atualmente, Oceano e São José são as responsáveis pelo transporte. O secretário garantiu que caso haja aprovação técnica da empresa Oceano, a frota será renovada e todos os veículos terão acessibilidade, como consta no edital. Além disso, os pontos de ônibus ficarão sob responsabilidade da Prefeitura.

Encerramento – Seguindo o prazo imposto pela comissão técnica, o parecer deve ser emitido e será publicado o resultado classificatório ou desclassificatório. Se a empresa for classificada, o processo seguirá para homologação pelo secretário de Mobilidade Urbana. Caso haja desclassificação, a licitação termina sem vencedora e terá de ser aberto um novo certame. O contrato entre a Prefeitura de Guaratinguetá e a vencedora terá duração de 15 anos, podendo ser renovado por mais cinco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

× Como posso te ajudar?