Soliva confirma câmeras de segurança até 2018

Cabeamento de fibra ótica em Guaratinguetá acelera projeto para instalação do Sistema Detecta em janeiro

Praça Conselheiro Rodrigues Alves, no Centro de Guaratinguetá; município deve contar com câmeras instaladas até janeiro de 2018 (Foto: Arquivo Atos)
Praça Conselheiro Rodrigues Alves, no Centro de Guaratinguetá; município deve contar com câmeras instaladas até janeiro de 2018 (Foto: Arquivo Atos)

Leandro Oliveira
Guaratinguetá

Para reforçar a segurança em Guaratinguetá, a cidade terá câmeras de videomonitoramento instaladas até o começo do ano que vem. Incluída no Sistema Detecta do Estado, Guaratinguetá pode ter de quatro a seis aparelhos nas principais entradas da cidade. Antes disso, está sendo feita a colocação de cabos de fibra ótica, adequados para as câmeras.

Em julho, o Estado anunciou a liberação de R$ 3 milhões para o Fundo de Desenvolvimento da Região Metropolitana do Vale do Paraíba. O Conselho de Desenvolvimento elaborou um projeto para instalação de câmeras em todas as cidades e sua integração ao Sistema Detecta.

Cidades como Taubaté e São José dos Campos já tem sistema instalado, mas Guaratinguetá ainda não. Por isso é necessário que a cidade se adeque e realize o cabeamento de fibra ótica. “Estamos nesse processo (colocação de cabeamento) porque a gente só consegue implantar câmeras de melhor precisão e qualidade através da fibra ótica”, explicou o prefeito Marcus Soliva (PSB).

A empresa que está fazendo a colocação de fibra ótica é a Pró Vale. De acordo com Soliva, não há custo para a Prefeitura, já que a empresa está bancando o trabalho em parceria com a EDP São Paulo. A previsão é de que os serviços sejam encerrados antes do fim do ano.

Para 2018, a previsão é que a instalação das câmeras seja feita logo em janeiro ou fevereiro, assim como a central de videomonitoramento. “A gente precisa da dotação orçamentária para a central em tempo real para identificar as ações que estão acontecendo na cidade. Essa ação vai trazer mais segurança”, destacou Soliva.

Através do Sistema Detecta serão instaladas câmeras nas principais entradas de Guaratinguetá. Paralelo a isso, está sendo discutido o projeto municipal de videomonitoramento na região do centro expandido.

Um comentário em “Soliva confirma câmeras de segurança até 2018

  • 19 de agosto de 2017 em 17:20
    Permalink

    A cidade de Guará necessita urgente de criar uma Secretaria Municipal de Segurança Pública,e com isso também criar uma Guarda Civil Municipal responsável pelo gerenciamento dessas câmeras,projeto esse que nem o existente do COI(Central de Operações Integradas)nas cidades de São José e Taubaté.
    Assim as ocorrências de emergência (190,192,193)Trânsito e Defesa Civil seriam atendidas mais rapidamente,pelo fato de todos os órgãos estarem integrados num mesmo local.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>