Seis meses após acesso, Manthiqueira tem campanha desastrosa na série A-3

Time conquistou apenas 20% dos pontos disputados e pode ser rebaixado se não vencer o Barretos

Os jogadores do Manthiqueira, perfilados para o Hino Nacional, antes de partida pelo Campeonato Paulista da Série A3; campanha desaponta (Foto: Arquivo Atos)
Os jogadores do Manthiqueira, perfilados para o Hino Nacional, antes de partida pelo Campeonato Paulista da Série A3 (Foto: Leandro Oliveira)

Leandro Oliveira
Guaratinguetá

Campeão em 2017, o Manthiqueira não é nem sombra do time que conquistou o acesso à Série A-3, há pouco mais de seis meses. O título coroou um ano mágico e reforçou o desejo e ambição pelo crescimento nas divisões do Paulistão, mas sem investimento, com poucos reforços e sem comando técnico, a Laranja Mecânica agoniza próximo do primeiro rebaixamento da sua história.

Matematicamente o clube de Guaratinguetá tem chances de se manter na A-3, mas dentro de campo a maré negativa evidencia que a temporada que começou com a esperança de continuidade de crescimento, pende para uma guinada para baixo. Dos vinte clubes na disputa, seis serão rebaixados.

O Manthiqueira é o penúltimo colocado. Dos 45 pontos disputados, o time conquistou apenas nove. São duas vitórias, três empates e dez derrotas. Na classificação, a Laranja está oito pontos atrás do Olímpia, primeiro time fora da zona de rebaixamento. Restam quatro rodadas e apenas 12 pontos em disputa, o que dificulta a permanência do clube na Série A-3.

Dos jogadores que tiveram destaque em 2017, Felipe, Leonardo Costa, Vitor Ono, Guilherme Cururu e Lucas Batata foram negociados e não defenderam o clube neste ano. No mercado, a equipe preferiu repatriar antigos jogadores que já passaram pelo clube. Escolhas sem sucesso. Enquanto isso, os rivais se preparavam para disputar uma competição em que seis clubes caem para a última divisão.

Mas a grande novidade foi uma troca inusitada no banco de reservas. Campeão com o time no ano passado, o técnico Luís Felipe Domingos foi substituído por Nilmara Alves, que comandou o time entre 2012 e 2016.

A mudança não agradou os torcedores que foram aos jogos e mostraram indignação com a substituição. O fator arquibancada também pesou neste ano. Com ingressos a R$ 20, sem a popular promoção da Federação Paulista de troca de ingressos por garrafas pet e com futebol fraco tecnicamente, o público que esteve presente na campanha vitoriosa em 2017, abandonou o clube em 2018.

Se no ano passado o investimento financeiro através de patrocínios já era curto, agora ficou escasso. O principal motivo apontado pela diretoria do clube pela péssima campanha na Série A-3 é a falta de recursos. Sem verba, não houve planejamento eficiente.

Decisão – No próximo domingo o Manthiqueira entra em campo contra o Barretos, às 10h, fora de casa. Para não cair para a última divisão a Laranja precisa vencer e torcer para derrota da Matonense, do Rio Branco, Marília, União Barbarense e Olímpia. Se não vencer e o Olímpia bater o Velo Clube, o Manthiqueira será rebaixado com três rodadas de antecedência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>