“Puxada” por Guaratinguetá, cidades da região contabilizam 27 assassinatos em setembro

Índice é 8% superior ao de 2017; Vale tem 269 mortes em nove meses

O coronel Lourival da Silva Júnior, que assumiu a PM do Vale em junho (Foto: Leandro Oliveira)
O coronel Lourival da Silva Júnior, que assumiu a PM do Vale em junho (Foto: Leandro Oliveira)

Lucas Barbosa
Regional

Dados divulgados pela secretaria de Segurança Pública, na última semana, revelaram que a RMVale (Região Metropolitana do Vale do Paraíba) registrou em setembro um aumento de 8% no número de assassinatos, comparado ao mesmo período do ano passado. Com cinco homicídios dolosos (quando existe a intenção de matar), Guaratinguetá foi o munícipio mais violento da região no mês.

De acordo com o levantamento, a RMVale teve 27 moradores assassinados em setembro. O índice superou o número de casos do mesmo mês de 2017, que foi de 25.

Já no acumulado de ocorrências de janeiro a setembro, a região contabilizou 269 assassinatos (255 homicídios dolosos e 14 latrocínios). Os registros são 5% maiores do que os do mesmo período do ano passado, que chegaram a somente 255 (238 homicídios dolosos e 17 latrocínios).
Líder de mortes violentas em setembro na região, Guaratinguetá, que não registrou nenhum caso na mesma época do ano passado, enfrenta uma onda de violência em 2018.

Segundo a Polícia Civil, 32 moradores foram mortos nos primeiros dez meses do ano. O índice é 45% superior ao total de casos registrados em 2016 e 2017, que tiveram 22 ocorrências cada.

A situação preocupante levou o prefeito Marcus Soliva (PSB) convocar uma reunião de emergência sobre segurança pública no último dia 19. Além de membros do Executivo e do Legislativo, participaram do encontro o comandante da Polícia Militar no Vale do Paraíba, coronel Lourival da Silva Junior e o delegado seccional de Guaratinguetá, Márcio Ramalho.

Após cerca de quatro horas de debates, foi elaborada uma lista com 25 medidas que serão adotadas para tentar conter o avanço da violência na cidade.
Região – De acordo com os dados da secretaria de Segurança Pública de Segurança, os municípios da região que tiveram moradores vítimas de homicídios dolosos nos primeiros nove meses do ano foram: Aparecida (6), Caçapava (5), Cachoeira Paulista (1), Campos do Jordão (4), Canas (2), Cruzeiro (10), Pindamonhangaba (16), Potim (11), Queluz (1), Roseira (1), São José dos Campos (31), Taubaté (29) e Tremembé (7).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>