Parquímetro de estacionamento próximo à Santa Casa de Guará continua fora de operação

Cobrança no local é feita através de talões manuais; secretaria tenta agilizar recuperação de equipamento na Zona Verde

Parquímetros isolados por falhas, em Guaratinguetá; região tem reforço de agentes para cobrança manual (Foto: Leandro Oliveira)

Leandro Oliveira
Guaratinguetá

Apresentando defeitos, o parquímetro do estacionamento rotativo próximo à Santa Casa de Guaratinguetá continua fora de operação. A cobrança pelas vagas da Zona Verde (que ficam próximas de hospitais da cidade) é feita de forma manual, com a aquisição dos talões e tíquetes diretos com os agentes da prestadora de serviço. A secretaria de Mobilidade Urbana reforçou a cobrança pela troca da máquina.

De acordo com o secretário responsável pelo setor, Marco Antônio de Oliveira, o problema foi registrado em agosto. A região é coberta pela Zona Verde do município, com preços mais acessíveis do que a Zona Azul. Além da Santa Casa, há vagas próximas ao Hospital de Campanha e Frei Galvão.

“Já notificamos a empresa sobre a urgência de reparo no parquímetro. No entanto, nos apresentaram as peças que vieram para conserto e não foi possível o conserto de imediato. É uma exigência da nossa secretaria para que sempre estejam presentes dois monitores nas proximidades, até mesmo devido aos problemas apresentados na máquina. Assim como um posto de venda naquela localidade”, afirmou Oliveira.

O posto de venda, de acordo com o secretário, está cerca de quarenta metros de distância do parquímetro. A secretaria faz a fiscalização online sobre a procura por vagas na região e atendimentos no posto de venda dos tíquetes. Apesar da demanda na região, há apenas um parquímetro entre os hospitais. “Temos também a disponibilidade do aplicativo, que é de fácil acesso, Estacionamento Digital Zona Azul. A pessoa pode fazer a compra do horário diretamente pelo aplicativo, não havendo a necessidade do deslocamento até o posto de venda”.

Uma outra falha registrada no parquímetro que fica em frente ao Hospital Frei Galvão, também coberto pela Zona Verde, mas o equipamento foi consertado e já está operando normalmente.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?