Guará abre lista do Estado para investimento na pavimentação

Ao todo, 25 prefeituras aguardam verbas; investimento será aprovado até julho

Funcionários da Prefeitura de Guaratinguetá durante trabalho de pavimentação no Jardim Esperança; Guará tem atenção do Estado (Foto: Divulgação)
Funcionários da Prefeitura durante trabalho de pavimentação no Jardim Esperança; Guará tem atenção do Estado (Foto: Divulgação)

Leandro Oliveira
Guaratinguetá

Até julho, 25 municípios do Vale do Paraíba devem receber recursos do Estado para pavimentação e recapeamento de vias. Os prefeitos da região estão agilizando projetos para solicitar verbas do governo estadual para os próximos três meses. Em Guaratinguetá, R$ 10 milhões foram liberados para pavimentar o Jardim do Vale 1 e outros bairros da cidade.

Durante visita a Aparecida na última semana, o governador Márcio França (PSB) confirmou os pedidos da região. Além de recursos solicitados para saúde, turismo e segurança, a infraestrutura urbana também é um setor prioritário para as prefeituras do Vale do Paraíba. “Tem 25 prefeitos com previsão de novos orçamentos para fazer pavimentação, recape e manutenção urbana”, revelou França.

Com boa relação junto ao governador, ambos do mesmo partido, o PSB, o prefeito Marcus Soliva se antecipou e solicitou no início do ano recursos para pavimentar vias da região urbana e rural da cidade. “Já foram liberados R$10 milhões de pedidos feitos por mim há alguns meses para o governador. Verbas destinadas à infraestrutura urbana”, revelou Soliva.

Dentro do pacote de bairros contemplados, o prefeito destacou que o investimento será feito no Jardim do Vale 1, Vista Alegre, Vila Bela, Engenheiro Neiva e na via principal do Pingo de Ouro.

“Vamos terminar o Vila Bela, as ruas sem pavimentação, assim como a Vista Alegre. Vamos pavimentar a avenida Nossa Senhora de Fátima, que liga o Engenheiro Neiva ao Centro, além da avenida Sebastião de Camargo”, afirmou.

Em contrapartida ao recurso encaminhado pelo Estado, o Município aguarda a assinatura do contrato de empréstimo de R$ 8,5 milhões junto ao Finisa (Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento) e ao Ministério das Cidades, através da União. A proposta foi aprovada, e falta apenas firmar contrato.

Esse recurso terá como destino a pavimentação do Jardim do Vale 2, bairro que carece de investimentos emergenciais há décadas. “Vamos chamar a população para apresentar um cronograma de serviços para que a gente possa finalmente concluir uma obra que teve início há trinta anos, quando se fez o loteamento, mas não foi feita a infraestrutura que a gente vai fazer”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>