Escolas fazem últimos ajustes antes dos desfiles em Guará

Beira Rio retorna em ano marcado por ausência da Embaixada; Passarela do Samba recebe cinco agremiações na luta pelo título

Barracão descoberto da escola Beira Rio tem carros alegóricos em fase de finalização, por voluntários (Foto: Leandro Oliveira)
Barracão descoberto da escola Beira Rio tem carros alegóricos em fase de finalização, por voluntários (Foto: Leandro Oliveira)

Leandro Oliveira
Guaratinguetá

Popular, tradicional, colorido e em alta. O Carnaval em Guaratinguetá terá, pelo segundo ano consecutivo, os desfiles das escolas de samba. Das seis agremiações, cinco vão para à passarela do samba na próxima terça-feira. Os ingressos já foram vendidos, a estrutura na avenida Presidente Vargas já foi praticamente toda montada, e o palco da maior festa da cidade aguarda as comunidades para a disputa deste ano.

No dia dos desfiles são esperadas pelo menos sete mil pessoas no perímetro da avenida, . Em 2019, apenas a escola Embaixada do Morro não desfilará. A tradicional agremiação optou por não entrar na disputa neste ano. Em contrapartida, a Beira Rio da Nova Guará, que não desfilou em 2018, voltará à passarela. A Coruja, como é conhecida, precisou acertar as contas no ano passado para retornar à competição.

Caberá à Beira Rio abrir a competição. A escola será a primeira a desfilar na noite de terça-feira. Na sequência, desfilarão Bonecos Cobiçados, Acadêmicos do Campo do Galvão, Mocidade Alegre do Pedregulho e Unidos da Tamandaré. O projeto Sanac, iniciativa que preserva e expande a cultura das escolas de samba da cidade, fará uma apresentação antes do início dos desfiles.

Presidente da Beira Rio, Alexandre Rezende, o ‘Xande’, afirmou que a escola vem enfrentando dificuldades, devido à falta de cobertura do barracão. Com as chuvas dos últimos dias os trabalhos ligados à parte decorativa da agremiação sofreram atrasos. Mesmo assim, o líder da Beira Rio reforça a felicidade por poder colocar a Coruja novamente na avenida, após quatro anos de ausência, sendo de 2015 a 2017 pela não realização dos desfiles pela Prefeitura. “O andamento está dentro do cronograma. As alas estão quase concluídas. Estamos contentes. Apesar do desgaste físico e emocional, é gratificante ver a escola na avenida. Isso é o único prazer, o trabalho do ano todo para uma hora de desfile. Essa é a magia do Carnaval. Vamos enfrentar os obstáculos e vamos pra avenida. Com certeza com o Carnaval, um dos melhores da escola, e o samba, considerado o melhor da cidade”, afirmou.

Disputa acirrada – O Acadêmicos do Campo do Galvão vem de título conquistado no ano passado. Maior vencedora do Carnaval, ao lado da Embaixada, com 16 títulos, segundo o Blog Carnaval Guaratinguetá, a agremiação acredita na conquista do bi consecutivo, feito que não é conseguido pelo Acadêmicos desde 2007, quando conquistou o tricampeonato seguido. Neste ano, a agremiação fala sobre a Colônia do Piagui e formação histórica do bairro de Guaratinguetá. “Com o objetivo único da busca pelo título do Carnaval, mantivemos nomes que foram destaques no último campeonato como a Carnavalesca Renata Reluz, que agora é acompanhada de uma comissão de Carnaval com artistas de nossa cidade como Márcio Cavalca, Marli Cortez e Patrick Magalhães, nosso casal de ouro de mestre sala e porta bandeira, Selminha Sorriso e Claudinho, bem como nosso carro de som comandado pelo intérprete do Salgueiro, Émerson Dias, que também será acompanhado por músicos de nossa cidade”, afirmou o primeiro vice-presidente da agremiação, Gustavo Moreno.

Renata Reluz, carnavalesca da agremiação, está confiante para o desfile da próxima terça-feira, e afirmou que neste ano a competição será acirrada. “Apesar de todas as dificuldades financeiras que todas as escolas têm sofrido, nós vamos fazer um belíssimo Carnaval. Vamos vir pra cima de todas elas, como viemos, com a força de ser mais uma vez campeã, tentando o bicampeonato, mas sabendo que todas estamos com a mesma dificuldade financeira. Acredito que o ano de 2019 será mais acirrado, mais disputado”, concluiu.

Cotada como favorita no ano passado, a Unidos da Tamandaré, que terminou na terceira posição, sonha com mais um troféu para sua galeria. A azul e branco fez seu último ensaio geral ao lado da comunidade na última quarta-feira, em um desfile pelas ruas do bairro. Comissão de frente, mestre sala e porta bandeira, bateria e passistas estiveram presentes. A Tamandaré tem dez títulos e é a terceira no ranking de campeãs. Bonecos Cobiçados, Beira Rio e Mocidade têm, cada uma, um título.

Policiamento – Para o Carnaval, a Polícia Militar receberá um reforço de quarenta policiais para reforçar a segurança no município. Os militares chegam à Guaratinguetá neste sábado e permanecem até a próxima quarta-feira.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>