Escolas de samba têm até dia 20 para se credenciarem para desfiles em Guará

Agremiações precisam cumprir metas e etapas para receber repasse de R$ 50 mil; cota de R$ 37 mil serão pagos ainda neste ano e outros R$ 13 mil no ano que vem

Porta-bandeira e mestre-sala da Beira Rio durante desfile de 2019; escolas de samba têm até
Porta-bandeira e mestre-sala da Beira Rio durante desfile de 2019; escolas de samba têm até o dia 20 para credenciamento (Foto: Arquivo Atos)

Leandro Oliveira
Guaratinguetá

Foi publicado no Diário Oficial de Guaratinguetá a data do chamamento público para as escolas de samba realizarem o credenciamento para o Carnaval. As seis agremiações precisam apresentar toda a documentação necessária e cumprir etapas estabelecidas para ter acesso ao repasse de R$ 50 mil, que será feito pela Prefeitura. Os grupos carnavalescos têm até o dia 20 para cumprir os requisitos.

Desse total, as escolas devem receber ainda neste ano R$ 37 mil. Os outros R$ 13 mil restantes serão pagos em 2020. Os repasses são feitos desde que as agremiações cumpram tarefas obrigatórias, como participação em curso de planejamento estratégico e marketing, entrega do enredo e samba enredo à secretaria de Turismo, realizações de atividades para as comunidades, avaliação da Comissão de Carnaval e outros quesitos.

Vice-presidente da Oesg (Organização das Escolas de Samba de Guaratinguetá), Tiago Domingos, afirmou que as agremiações já estão adiantadas com essas tarefas. “Acredito que pelo andamento atual das escolas, boa parte dessas etapas já estão delineadas. Então, não haverá problema de nenhuma agremiação de cumprir pelo menos essas etapas iniciais de 2019”.

Em 2020, os R$ 13 mil destinados para cada agremiação são para a etapa final do Carnaval e finalização de tarefas de barracões, ateliê e ajustes. A primeira etapa do repasse será paga em dezembro. Domingos foi questionado se o pagamento da verba no último mês do ano pode comprometer os preparativos das agremiações.

“Depende muito do planejamento de cada uma delas. A gente sabe que esse valor, que a Prefeitura nos apoia, que chega a ser um quarto do orçamento das escolas, algumas delas precisam desse valor. Mas acredito que não vá impactar tanto no desenvolvimento do Carnaval agora. Acredito que até o final do ano sim. Mas como vão ser pagos R$ 37 mil neste ano, as escolas farão suas partes de confecções de fantasias e alegorias dentro do prazo exigido”, concluiu.

Até o fechamento dessa edição, nenhuma escola de samba da cidade havia manifestado a necessidade de não desfilar em 2020. Em Guará, são seis agremiações. Em 2018 a Beira Rio da Nova Guará não desfilou por questões financeiras. Neste ano, a Embaixada do Morro alegou o mesmo motivo e não foi para avenida. Além dos dois grupos carnavalescos, Bonecos Cobiçados, Acadêmicos do Campo do Galvão, Unidos da Tamandaré e a atual campeã Mocidade Alegre do Pedregulho desfilarão no ano que vem.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?