Cinco cidades da região recebem polo Univesp

Aparecida, Cachoeira, Guara, Lorena e Potim foram as escolhidas para receber as novas instalações

Aulas na Univesp, sistema que será realidade para Cachoeira, Cruzeiro, Guara, Lorena e Potim em 2018 (Foto: Reprodução)
Aulas na Univesp, sistema que será realidade para Cachoeira, Cruzeiro, Guara, Lorena e Potim em 2018 (Foto: Reprodução)

Jéssica Dias
Região

Aparecida, Cachoeira Paulista, Guaratinguetá, Lorena e Potim foram as cidades selecionadas para receber as novas instalações do polo da Univesp (Universidade Virtual do Estado de São Paulo), em 2018. A parceria deve beneficiar seiscentos alunos entre os cursos de engenharia de computação, engenharia de produção, tecnologia em gestão pública e pedagogia. São cinquentas vagas para cada curso, totalmente gratuitas.

Os municípios passaram meses para receber uma unidade da Univesp. Hoje, o Estado conta com 243 polos em 202 municípios. A Prefeitura de Guaratinguetá anunciou a parceria com a Univesp no último dia 25. A tratativa com a faculdade começou em maio, junto ao diretor administrativo da Univesp, o professor Ricardo Bocalon.

No dia 6 de setembro, o prefeito Marcus Soliva (PSB) assinou em Guaratinguetá o protocolo de intenção para a instalação da Univesp, com a presença do vice-governador do Estado Marcio França (PSB).

O local escolhido para receber o polo em Guaratinguetá foi o Centro de Capacitação da secretaria da Educação, localizado à praça Condessa de Frontin. No local estarão o laboratório de informática, sala de aula e o espaço de estudos que servirão para as práticas laboratoriais, provas, conferências web e outras atividades de apoio aos alunos. Os cursos disponibilizados são pedagogia, engenharia de produção, engenharia de computação e tecnólogo em gestão pública (este último em parceria com a Fatec).

Em Cachoeira Paulista, o deputado André do Prado (PR) intermediou as negociações, junto ao Governo do Estado para que a cidade fosse contemplada com um polo. A cidade vai receber os cursos de engenharia de produção e pedagogia. O local escolhido para receber o polo foi a escola Doutor Evangelista Rodrigues, à rua Bernardino de Campos, nº 103, no Centro.

Os cursos oferecidos para Lorena são engenharia de computação, engenharia de produção, tecnologia em gestão pública. As atividades presenciais e as provas serão realizadas na Escola Milton Ballerini, onde funcionará o Polo Lorena.

Já em Potim será disponibilizado os cursos de engenharia de produção, engenharia da computação e pedagogia. As aulas presenciais serão ministradas no prédio da escola Judith, à rua Luís Tomás de Lima, nº 2.

O processo seletivo para os novos polos tem inscrições abertas até o dia 5 de janeiro. A prova está prevista para o dia 21 do mesmo mês. A taxa a ser paga é de R$ 47,88. Outras informações no site vunesp.com.br/uvsp1703.

Univesp – A universidade pública mantida pelo Governo do Estado de São Paulo tem como objetivo a formação em nível superior na modalidade de EAD (Educação a Distância) em cursos de graduação, pós-graduação e extensão. O modelo de EAD adotado pela faculdade engloba momentos presenciais e momentos a distância. Os momentos presenciais são realizados nos polos escolhidos em cada cidade, e os momentos a distância são realizados em AVA (ambiente virtual de aprendizagem).

No AVA, os estudantes encontram os textos básicos de leitura, os textos complementares, as vídeoaulas com os professores responsáveis por disciplina, os roteiros de aprendizagem, links para leituras na biblioteca virtual, atividades online sob orientação do tutor online. No roteiro de aprendizagem de cada unidade o aluno deve realizar uma atividade avaliativa que será corrigida pelo tutor online. Já o tutor presencial deverá prestar serviços acadêmico-administrativos como impressão e aplicação de provas, envios de provas para a sede, auxílio aos estudantes em dúvidas técnicas de acesso ao ambiente virtual da universidade e apoio à secretaria acadêmica, impressão de notas, histórico e notas, além de orientar grupos de estudo e aplicar atividades presenciais.

Os cursos ofertados pela Univesp são virtuais e podem ser feitos conforme a disponibilidade dos alunos. A cada 15 dias são realizadas as atividades presenciais. Os cursos têm duração semelhante aos de universidades tradicionais, de três a cinco anos. Os diplomas são emitidos com carimbos das instituições públicas de ensino paulistas USP (Universidade de São Paulo), Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) e Unesp (Universidade Estadual Paulista).

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>