Cidades da RMVale distribuem máscaras de tecido em proteção contra o coronavírus

Ação tenta garantir condição da população seguir determinação estadual para uso obrigatório do material

Entrega de máscaras em Guará; cidades atendem população após decreto estadual sobre obrigatoriedade (Foto: Reprodução PMG)

Bruna Silva
RMVale

Para auxiliar a população no combate ao novo coronavírus, cidades da região têm distribuído máscaras gratuitamente. Cruzeiro, Pindamonhangaba e Guaratinguetá têm feito as doações em locais com grande fluxo de pessoas. Aparecida não descarta possibilidade. Com mortes confirmadas, hospitalizados e casos de cura, Cruzeiro passou no final de abril, a oferecer dez mil máscaras para moradores, com foco no locais que possam haver aglomerações como supermercados, filas de bancos, lotéricas e semáforos. Além de pessoas que circulam por regiões de maior aglomeração, o trabalho atende ainda famílias carentes assistidas pelos programas sociais que não possuem máscaras.

A Prefeitura ressaltou ainda que há instituições produzindo o material com preços promocionais e que inclusive, parte da população também está confeccionando o material de proteção. Pinda iniciou a entrega das dez mil máscaras arrecadas pelo Fundo Social de Solidariedade, ainda na última semana, na praça Monsenhor Marcondes. Artesãs e costureiras voluntárias confeccionaram o material, que chegaram a ser distribuídas junto à doação de cestas básicas da campanha “Uma Mão Lava a Outra”. A atividade é realizada em ruas centrais, com foco em pessoas que estão em filas de bancos e que precisam estar fora de casa.

De acordo com a Prefeitura, ações como essa são importantes, pois impedem que quem não têm condições de adquiri-la, estejam em risco ou passem por situação embaraçosa.

Guaratinguetá passou a fazer a distribuição, nesta semana, nas feiras livres, em paralelo à fiscalização das barracas para que os comerciantes estejam cientes das medidas de prevenção adotadas. A gestão municipal informou que trezentas máscaras estão sendo doadas diariamente em frente às agências bancárias, pontos de ônibus e rodoviária. Pinda e Guará haviam tornado o uso obrigatório do equipamento de proteção em áreas públicas, estabelecimentos comerciais e transporte público, antes mesmo da norma estadual, colocada em prática na última quinta-feira.

Em Aparecida, a administração informou que até o momento somente os funcionários receberam, com atenção especial à equipe da Frente de Trabalho, DSM (Departamento de Serviços Municipais) e servidores que estejam nas ruas diariamente, evitando assim, que possivelmente, entrem em contato com o vírus da Covid-19”.

O Município destacou ainda que a população tem compreendido e colaborado com uso de máscaras, mas as doações municipais ainda não foram feitas e que essa ação não foi descartada e “pode ser feita a qualquer momento”. A cidade vizinha, Potim, também não prevê doação para os habitantes.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?