Atletas da região vão em busca de lugar ao sol nas Olimpíadas

Com representantes no atletismo, handebol e judô, Cruzeiro e Guará aguardam estreias de Adriana, Dara e Pombo

Uma das principais peças da seleção, a guaratinguetaense Dara se prepara para a quarta Olimpíada (Foto: Reprodução)
Uma das principais peças da seleção, a guaratinguetaense Dara se prepara para a quarta Olimpíada (Foto: Reprodução)

Leandro Oliveira
Da Região

O sonho de conquistar uma medalha nos Jogos Olímpicos poderá se tornar realidade para três atletas da região. Nascidos em Cruzeiro e Guaratinguetá, Fabiana Diniz, Adriana Aparecida e Alex Pombo levam na bagagem anos de preparação e dedicação para conquistar um lugar no pódio. Em modalidades distintas, mas com a mesma ambição, eles querem aproveitar as disputas em solo tupiniquim para fazer história.

A cerimônia de abertura das Olimpíadas será realizada somente na sexta-feira. A primeira valeparaibana na disputa será Fabiana Diniz, um dia após a abertura. Dara, como é conhecida, é natural de Guaratinguetá, tem 35 anos e vai para sua quarta participação em Jogos Olímpicos.

A capitã da Seleção de Handebol levou o país ao título do Campeonato Mundial de 2013, mas a missão da veterana, agora, é bem mais complexa.

A maratonista Adriana Aparecida tenta a primeira medalha após o bi nos Jogos Pan-Americanos (Foto: Reprodução)
A maratonista Adriana Aparecida tenta a primeira medalha após o bi nos Jogos Pan-Americanos (Foto: Reprodução)

Ao lado de Noruega, potência do esporte e adversária da estreia, às 9h30, e Romênia, algoz do último mundial, o Brasil é indicado como um dos favoritos a brigar por uma medalha nos Jogos. A chave ainda tem as seleções da Espanha, Angola e Montenegro.

Concentrada no Rio de Janeiro, a Seleção está blindada da imprensa brasileira. Antes de embarcar com a delegação verde e amarelo, Dara garaniu que o time tem plenas condições de surpreender. “O Morten Soubak (treinador) está com a gente há sete anos. Quando ele chegou para comandar a Seleção, sempre apostou na gente. Dizia que tínhamos capacidade e potencial para sermos campeãs. Conquistamos o Mundial. Agora temos chance de fazer história”.

Assim como Dara, Adriana Aparecida da Silva tem um vasto currículo. A maratonista nasceu em Cruzeiro e começou a correr com 12 anos, por influência do irmão. Desde então, Adriana fez das provas sua vida. A atleta tem na bagagem duas medalhas de ouro nas duas últimas edições dos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara em 2011, e Toronto em 2015, e vai competir no dia 21, última data de disputa.

Ela optou por se preparar para os Jogos longe do Brasil. “Minha preparação foi em Paipa, na Colômbia. Desde janeiro eu venho fazendo vários treinos fora do país. Fiz isso para pegar mais experiência sobre novos locais e tipos de treinamentos. Em janeiro eu me preparei na região baixa da Colômbia. Em março eu disputei a Maratona de Hamburgo e conquistei o índice olímpico”, contou.

O judoca Alex Pombo, que se prepara para a primeira Olimpíada (Foto: Reprodução)
O judoca Alex Pombo, que se prepara para a primeira Olimpíada (Foto: Reprodução)

Adriana disputou os Jogos de Londres, em 2012. Na ocasião, ela terminou a maratona na 47ª posição, após oscilar durante a prova. Para este ano, Adriana acredita que pode conquistar sua primeira medalha olímpica. “Esse é um momento importante para o esporte nacional. Eu fico muito feliz de estar podendo viver algo desse tamanho. Essa é a minha segunda Olimpíada, mas agora o sabor é especial, porque as Olimpíadas são dentro de casa”, concluiu.

O judoca Alex Pombo, natural de Guaratinguetá, vai representar o Brasil na categoria até 73 Kg. Pombo disputará pela primeira vez uma competição olímpica e tem a estreia marcada para a próxima segunda-feira. O adversário do judoca ainda não foi definido.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

× Como posso te ajudar?