Após entrave jurídico, Guará anuncia retomada da Zona Azul

Consórcio com Serbet e Interprint passa a gerenciar estacionamento rotativo no fim de julho

Uma das ruas de Guaratinguetá que deve ter o serviço da Zona Azul retomado (Foto: Arquivo Atos)

Leandro Oliveira
Guaratinguetá

A Prefeitura de Guaratinguetá confirmou que o estacionamento rotativo voltará a funcionar no município em 20 de julho. Após entrave judicial envolvendo a antiga prestadora de serviços, AC Park, e o Consórcio Guaratinguetá Rotativo, formado pelas empresas vencedoras da licitação pela nova Zona Azul, Interprint e Serbet, foi confirmado que o Consórcio vai iniciar as operações.

Serão 1.140 vagas ao todo, distribuídas nas zonas azul e verde. A primeira seguirá as áreas de cobertura de antes, nas regiões e bairros que concentram o maior volume de pessoas e veículos. A Zona Verde será disposta próxima aos hospitais Frei Galvão e Santa Casa.

Os valores da Zona Azul são R$ 1 para meia hora e R$ 2 para uma hora. O tempo mínimo de permanência na vaga é de trinta minutos. Para a Zona Verde vale o mesmo período mínimo, com valores 50% mais baratos (R$ 0,50 para meia hora e R$ 1 para uma hora). “Os parquímetros foram todos instalados e a empresa Guaratinguetá Rotativo já está gerenciando a retomada das pessoas contratadas e todas as questões burocráticas, administrativas e práticas, estão sendo feitas”, confirmou o secretário de Mobilidade Urbana, Marco Antônio de Oliveira.

Entrave – Sem Zona Azul desde setembro de 2018, após rompimento do contrato vigente, por parte da Prefeitura, a rotatividade de vagas ficou comprometida. Na época o Executivo tomou a iniciativa após alegar que a AC Park não estaria repassando os valores devidos ao Município. A empresa, na época, informou que recorreu da medida.

A Prefeitura abriu uma nova licitação em 2019 que, inicialmente foi suspensa, após pedido de impugnação, em fevereiro. O certame ficou suspenso por mais de três meses. Dessa licitação, o Consórcio Guaratinguetá Rotativo foi eleito vencedor e iniciaria os trabalhos no começo de dezembro do ano passado.

A AC Park conseguiu uma liminar que garantiu o seu retorno como prestadora de serviços do estacionamento rotativo em Guaratinguetá e o consórcio não pôde dar início aos trabalhos. Desde então, as duas empresas têm apresentado recursos para retornar ou iniciar as operações no município. Os parquímetros chegaram a ser instalados e desinstalados pelo menos duas vezes.

A previsão da secretaria de Mobilidade Urbana é de que em 20 de julho o serviço rotativo seja reimplantado de vez.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?