Alunos de Guará recebem projeto para o ensino de inglês

Em parceria da Prefeitura com plataforma digital, crianças da rede pública aprendem idioma por meio de tablets

Crianças da rede pública de Guaratinguetá aprendem inglês em aula da nova parceria em Guaratinguetá (Foto: Reprodução PMG)
Crianças da rede pública de Guaratinguetá aprendem inglês em aula da nova parceria em Guaratinguetá (Foto: Reprodução PMG)

Juliana Aguilera
Guaratinguetá

Os alunos da escola municipal Professora Francisca de Almeida Caloi, do bairro da Pedrinha, começaram a aprender inglês através de aulas online, via tablet. O projeto piloto, criado pela secretaria da Educação de Guaratinguetá em parceria com a plataforma DynEd, é desenvolvido na escola Caloi, escolhida por possuir a estrutura necessária para a ferramenta. Após a fase de experimentação há a possibilidade do projeto se estender para outras escolas.

Alunos do 1º a 9º ano estão utilizando o programa por meio de um aplicativo que, primeiramente, realiza um teste de conhecimento para verificar o nível de compreensão do estudante da língua inglesa. O desenvolvimento e acompanhamento das atividades é feito de forma individualizada, com a ajuda do professor, que passou por treinamento especializado para utilização e orientação do programa.

O aluno, através do tablet, interage com as atividades escutando, gravando sua voz e comparando a pronúncia com a de um nativo. São desenvolvidas atividades de escrita, leitura, raciocínio lógico, garantindo a prática escrita e oral. O projeto piloto deve permanecer na escola por seis meses e, após esse período, o aluno poderá receber certificação internacional.

Segundo a coordenadora de inglês da secretaria da Cultura, Naiara Fernandes, além da preparação intensiva do professor, a escola também passou por mudanças. “Houve a instalação e preparação dos equipamentos necessários, organização das atividades pedagógicas previstas até o final do semestre e reunião com pais e alunos. Estamos agora na fase de acompanhamento”, contou.

Os familiares dos alunos receberam a novidade de forma positiva, já que por morarem longe da região central da cidade, havia dificuldade em ter acesso a cursos de inglês. Eles também avaliaram o idioma como importante para quem trabalha na região por ela receber turistas estrangeiros.
A escola Caloi foi escolhida entre as escolas municipais da cidade por possuir a internet necessária para reproduzir o programa e tablets compatíveis com a tecnologia da plataforma. Segundo Naiara, após o período experimental, se a avaliação for positiva, ele poderá se expandir para outras escolas de Guaratinguetá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

× Como posso te ajudar?