Alckmin confirma cessão de prédio do Estado para PS de Guaratinguetá

Trocas de prédios terminam com confirmação de mudança do Pronto Socorro; Câmara também passa a ter nova sede

O prédio da delegacia de Guaratinguetá, que vai receber o novo Pronto Socorro, após anúncio de Alckmin (Foto: Arquivo Atos)
O prédio da delegacia de Guaratinguetá, que vai receber o novo Pronto Socorro, após anúncio de Alckmin (Foto: Arquivo Atos)

Leandro Oliveira
Guaratinguetá

Em passagem pelo Vale do Paraíba na última quinta-feira, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) confirmou mudanças e cessões importantes de prédios do Estado para a Prefeitura de Guaratinguetá. Entre elas está a autorização para mudança do Pronto Socorro, que será instalado ao lado da Santa Casa.

A troca foi solicitada no início de 2017 e era esperada pelo prefeito Marcus Soliva (PSB) e sua equipe de governo, mas para que fosse permitida, foram necessárias outras alterações importantes. A principal delas é a cessão do prédio do antigo fórum para uso da Câmara Municipal.

Os vereadores e servidores se mudarão da avenida João Pessoa, sede do Legislativo, para a praça Conselheiro Rodrigues Alves. O prédio funciona hoje como sede da Diretoria Regional de Ensino do Estado. A cessão foi confirmada pelo governador em entrevista coletiva.

“Queremos que o prédio (da delegacia) seja cedido para a saúde do município, mas precisamos acomodar a polícia, porque ela está utilizando o espaço ao lado da Santa Casa. Acertando o problema da acomodação das delegacias, cederemos sim o prédio”, contou Alckmin.

Acomodar as delegacias é fundamental, já que essas (delegacias da Mulher e Geral e 1° Distrito Policial) ocupam o prédio alvo do desejo de Soliva para abrigar o Pronto Socorro, à rua Rangel Pestana, ao lado da Santa Casa. Alckmin confirmou que o efetivo policial será transferido para o prédio da Câmara Municipal. Com essa troca, o caminho fica livre para a instalação do PS.

A assinatura da cessão do prédio do antigo fórum será feita na próxima semana, possivelmente no dia 28, no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo, segundo Alckmin.

A Diretoria Regional de Ensino, que vai desocupar o edifício da Praça Conselheiro, terá como sede a escola Dr. Flamínio Lessa, como já havia cogitado o diretor de Ensino, Tarso Araújo, em entrevista em dezembro do ano passado ao Jornal Atos.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?